Aleix Espargaró põe participação em GP em xeque: “Farei o que puder para estar na pista”

Piloto da Aprilia revelou que a dor no pé está piorando, mas que só vai tomar uma decisão em...

revistabaiacu - 6 de agosto de 2022
Aleix Espargaró põe participação em GP em xeque: “Farei o que puder para estar na pista”



Aleix Espargaró colocou em dúvida a participação no GP da Grã-Bretanha de domingo (7). O catalão contou que sente muitas dores após o forte tombo do quarto treino livre, mas prometeu fazer todo o possível para estar na pista para a 12ª etapa da temporada 2022 da MotoGP, em Silverstone.

Em meados da quarta sessão no traçado inglês, Aleix foi ejetado da RS-GP na mudança de direção entre as curvas 12 e 13 e caiu feio no solo. Depois de um resgate atabalhoado, o piloto foi levado ao centro médico, onde exames não constataram fraturas. O pai dos gêmeos Max e Mia, porém, tem uma lesão no pé direito, que dificulta a atuação em cima da moto.

Conta-giro

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Apesar de dolorido, o mais velho dos Espargaró entrou na pista para o Q2, cravou 1min57s966 e ficou com o sexto posto no grid, 0s199 mais lento que Johann Zarco, o dono da pole-position.

Apesar da boa performance, Aleix ainda não garante a participação na disputa em Silverstone, mas promete se empenhar ao máximo para correr. O #41 é o vice-líder do campeonato, com 21 pontos a menos do que Fabio Quartararo, que terá de cumprir uma punição na corrida por conta de um incidente com o próprio titular da Aprilia no GP da Holanda.

“A queda era a última coisa de que precisávamos. Eu estava me sentindo bem na moto, forçando, e o high-side foi bem violento. Estou com muita dor e está piorando, então, junto com a equipe e com os médicos, decidimos que seria melhor descansar até amanhã e aí avaliar a situação depois do warm-up”, seguiu.

“Obviamente, farei tudo que puder para estar na pista, mas, como estamos falando de uma parte do corpo que é muito exigida durante a pilotagem, teremos de ver se será possível”, admitiu.

MOTOGP VOLTA DAS FÉRIAS COM DISPUTA ABERTA ENTRE QUARTARARO E ALEIX ESPARGARÓ