Alesi critica “negatividade” de torcedores da Ferrari em 2022: “Não traz nada de bom”

Piloto da Ferrari por cinco temporadas, Jean Alesi acredita que críticas dos tifosi à temporada da equipe não acrescenta...

revistabaiacu - 6 de agosto de 2022
Alesi critica “negatividade” de torcedores da Ferrari em 2022: “Não traz nada de bom”



Jean Alesi não está muito satisfeito com as críticas feitas pelos fãs da Ferrari. Em entrevista ao Corriere Della Sera nesta sexta-feira (5), o francês acredita que a negatividade dos torcedores não vai ajudar em nada para melhorar o momento da equipe italiana.

Integrante do time italiano entre 1991 e 1995, o ex-piloto de Fórmula 1 acredita que os tifosi não devem pressionar a Ferrari mesmo neste momento difícil na temporada 2022. “É um ano que parece montanha-russa e, com isso, as emoções e reações se sobressaem. Ir contra a Ferrari não é bom para ninguém e não acrescenta nada à equipe”, disse Alesi.

Jean foi questionado, sobretudo, por conta do infortúnio vivido por Charles Leclerc na Hungria. O monegasco tinha tudo para vencer, mas um pit-stop para pneu duro prejudicou seu ritmo, caindo para a sexta colocação. Ele tentou se colocar no lugar dos fãs e analisou o cenário criado pela Ferrari na última corrida antes das férias da categoria.

Jean Alesi correu na Ferrari entre 1991 e 1995 (Foto: Reprodução)

“Sonhar com uma vitória transforma uma derrota em um drama esportivo, com uma paixão parecida com os torcedores de futebol. Também sofro pensando na Hungria, houve erros antes mesmo da estratégia. Poderíamos analisar a corrida para tentar entender como e por que, mas agora não é necessário”, analisou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Alesi acredita, ainda, que o sentimento da torcida atrapalha demais a sequência da Ferrari na temporada. “Cada desabafo é feito de sentimentos fortes. A negatividade não traz nada de bom, nunca. Amo a equipe porque quem trabalha aqui são os primeiros a sofrer por cada erro que leva a uma derrota”, encerrou.

Os italianos venceram quatro das 13 etapas da temporada, enquanto a Red Bull triunfou em nove. As chances de título tanto no Mundial de Pilotos como de Construtores está cada dia mais difícil. A Ferrari está 97 pontos atrás dos taurinos no campeonato de equipes, enquanto Max Verstappen lidera com 80 pontos à frente de Leclerc.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.