América Latina é prioridade da política externa da Itália

América Latina é prioridade da política externa da Itália Confira!

América Latina é prioridade da política externa da Itália

Declaração foi dada por chanceler italiano a embaixadores

América Latina é prioridade da política externa da Itália
Imagem: Reprodução | Divulgação



O ministro italiano das Relações Exteriores, Antonio Tajani, declarou nesta quinta-feira (16) que a América Latina é uma prioridade da política externa da Itália, que está empenhada em promover a associação entre a União Europeia e a região.

    A declaração foi dada por Tajani ao receber os embaixadores dos países da América Latina e do Caribe, na Villa Madama, um dos edifícios da Farnesina em Roma, para renovar a prioridade que o governo italiano dá às relações com o povo latino-americano.

    “É uma região que ocupa um lugar de destaque em nossa política externa, em virtude de seus profundos laços históricos, políticos, sociais, econômicos e culturais, bem como pela presença arraigada de inúmeras comunidades e empresas italianas”, explicou ele.

    Na abertura do encontro, o chanceler italiano anunciou a próxima edição da Conferência Itália-América Latina e Caribe para o mês de outubro, principal fórum de diálogo político com a região organizado pela Farnesina, como ferramenta funcional para promover as relações com países da região.

    Em seu discurso, Tajani lembrou as valorizadas comunidades latino-americanas na Itália e o crescente número de empresas italianas atuantes no continente, atraídas por um mercado de particular interesse, sem esquecer o trabalho local de representantes da sociedade civil, incluindo voluntários e missionários, e do mundo acadêmico e cultural.

    O ministro também destacou o papel que a Itália pretende desempenhar na Europa em prol de um relançamento concreto da associação entre a UE e a América Latina e o Caribe, tendo em vista a próxima cúpula em Bruxelas, a primeira em oito anos, dos chefes de Estado e de governo dos países-membros da UE e da Comunidade de Países da América Latina e Caribe (CELAC).

    Por fim, o vice-premiê também lembrou aos embaixadores da América Latina e do Caribe a candidatura de Roma à Expo 2030, cujo lema “Povos e territórios: regeneração, inclusão e inovação”, compartilha valores e visão com os países da região e apresenta amplas oportunidades de colaboração. .

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL