Apoiador de Lula pedala mais de mil quilômetros para acompanhar posse

Apoiador de Lula pedala mais de mil quilômetros para acompanhar posse Confira!

Apoiador de Lula pedala mais de mil quilômetros para acompanhar posse

Morador de Aracruz, no Espírito Santo, viajou por dez dias até Brasília

Apoiador de Lula pedala mais de mil quilômetros para acompanhar posse
Imagem: Reprodução | Divulgação



Um apoiador do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), encontrou um jeito econômico de viajar, porém, apenas para os corajosos: ele foi de bicicleta do Espírito Santo até Brasília para acompanhar a posse do petista no dia 1º de janeiro.

Erval Nogueira Júnior saiu de Aracruz (ES) no dia 21 de dezembro, e demorou exatos dez dias para chegar até Brasília neste sábado, 31. Em conversa com a reportagem do Terra, ele detalhou a aventura.

“Eu fiz todo um estudo sobre o trajeto, vendo as estradas em que poderia viajar e calculei pedalar uns 25 quilômetros por dia, mas acabei superando isso e fiz mais de 140 quilômetros nos primeiros dias. Eu só parei na véspera de Natal para tomar uma cervejinha, porque sou filho de Deus”, brincou. “Ao todo, pedalei 1.305 quilômetros”.

O ciclista disse ainda estar animado com a posse neste domingo e não espera reação violenta de quem é contra o presidente eleito. “Vai ser uma festa bonita, essas coisas negativas não vão chegar até nós”, afirmou, mencionando apoiadores de Jair Bolsonaro que ameaçam não deixar Lula subir a rampa do Palácio do Planalto. “Será uma festa linda e um governo para todos também”, completou, acrescentando ainda que espera melhoras na inclusão social, na saúde, na educação e na proteção do meio ambiente com a chegada do novo governo.

“O time é bom, temos Marina Silva [futura ministra do Meio Ambiente], que vai trabalhar em uma área na qual ela domina, por exemplo, isso cria boas perspectivas de que o País vai mudar”.

Apesar de animado, Erval reconhece que Lula pode ter dificuldades de governar um Brasil tão dividido, cuja última eleição presidencial teve uma diferença de pouco mais de 2 milhões de votos apenas. “Será um desafio, mas acho que o Lula já provou que tem habilidade e potência. A gente acredita também que a posição dele em não ser candidato a reeleição quebra um pouco o capricho de muitos que estão dentro do grupo. Agora é torcer para que o governo funcione redondinho”.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL