Ary Fontoura e Jane Fonda são artistas que superaram preconceitos com idade; veja outros

Ary Fontoura e Jane Fonda são artistas que superaram preconceitos com idade; veja outros Confira!

Ary Fontoura e Jane Fonda são artistas que superaram preconceitos com idade; veja outros

Ar Fontoura chegou aos 90 anos conquistando novos públicos em ações no Instagram

Ary Fontoura e Jane Fonda são artistas que superaram preconceitos com idade; veja outros
Imagem: Reprodução | Divulgação



Uma das figuras mais queridas na TV brasileira, Ary Fontoura chegou aos 90 anos de idade conquistando o público das redes sociais com suas performances em sua página do Instagram. Divertido e sempre com alguma performance inusitada, o ator reflete o momento de valorização das pessoas idosas. No mundo das artes, muitos são os nomes, atualmente, que se mostram em plena forma e capazes de conquistar prêmios e serem vistos como grandes em suas áreas.

Envelhecer não é uma opção, e, se tivermos sorte, todos chegaremos a uma idade avançada, com saúde e em atividade. Em qualquer parte do munto, grandes artistas atravessam o tempo encantando gerações com suas performances. Aqui no Brasil, são inúmeros nomes que poderiam ser lembrados, além do irresistível Ary Fontoura, logo acima. É realmente incrível viver na mesma época que essas figuras incríveis e poder citar algumas que ainda estão na ativa e merecem sempre ser lembradas.

Aqui, alguns nomes brasileiros:

O ator, que acaba de completar 90 anos, nasceu em Curitiba, no Paraná, e foi aí que começou sua trajetória na vida artística, atuando em radionovela e montando grupo de teatro. No início dos anos 1960 vai para o Rio de Janeiro e é ali que a conexão com o mundo teatral vai abrir novas portas. Poucos anos depois faz sua estreia no seriado Rua da Matriz (1965) e integra sua primeira novela com Passo dos Ventos (1968), de Janete Clair. Seu personagem Aristóbulo Camargo, o lobisomem de Saramandaia (1976), de Dias Gomes, foi um dos pontos altos da carreira. Foram muitos os tipos que ganharam vida e cores por meio de sua interpretação. No cinema, fez parte de mais de 20 filmes e teve outros tantos trabalhos no teatro, como o mais recente Num Lago Dourado, com Ana Lúcia Torre.

“Enquanto eu estiver andando por conta própria, com a memória boa e uma audição razoavelmente perfeita, pretendo continuar trabalhando”, disse Fernanda Montenegro ao Estadão, em 2019. A atriz, aos 93 anos, que integra a Academia Brasileira de Letras, iniciou sua jornada profissional nos anos 1950, primeiro no teatro, depois na TV e seguiu para o cinema. Na sétima arte, concorreu ao Oscar de Melhor Atriz em 1999 por sua atuação no filme Central do Brasil. Fernandona, mãe de Fernanda e Claudio Torres, foi casada por mais de 50 anos com Fernando Torres (1927-2008). Entre seus inúmeros sucessos, interpretou a feminista Charlô, em Guerra dos Sexos (1983), que teve a cena clássica da briga com personagem de Paulo Autran. Foi também a terrível Bia Falcão, em Belíssima, ou ainda a encantadora Dona Picucha, em Amor de Mãe.

Aos 87 anos, Emiliano Queiroz é inspiração para muitos. Há pouco tempo fez temporada da peça A Vida não É Justa ao lado de outro grande nome das artes, Léa Garcia, que acaba de completa 90 anos. Nascido em Aracati, no Ceará, Emiliano participou de, no mínimo, 40 novelas. Ainda jovem deixou sua cidade e veio conquistar os palcos no Sudeste, mas não se limitou a um só ramo. Fez de tudo um pouco, trabalhou de radialista, locutor, radioator, autor, diretor e roteirista. Entre seus papéis mais marcantes, nesses 70 anos de trajetória, interpretou, e 1973, Dirceu Borboleta em O Bem-Amado, de Dias Gomes. O trabalho mais recente na TV foi na novela Além da Ilusão (2022), onde interpretou o padre Romeu.

Nascida Sônia Maria Vieira Gonçalves, Susana Vieira começou sua trajetória como bailarina e depois atriz na TV Tupi. Conhecida pelo jeito sincero e suas frases que não poupam elogios a si mesma, Susana estreou na Globo em 1970, na novela Pigmalião 70, de Vicente Sesso. Um de seus papéis inesquecíveis foi como a babá Nice em Anjo Mau, em 1976. Entre as inúmeras participações, como protagonista ou não, Susana Vieira brilhou em tramas como Senhora do Destino (2004), de Aguinaldo, na qual viveu a protagonista Maria do Carmo, uma retirante nordestina que tem a filha recém-nascida sequestrada pela louca Nazaré (Renata Sorrah). Atriz está em turnê com a peça Shirley Valentine e vai integrar a nova novela das 9, Terra e Paixão.

Um dos atores mais queridos e requisitados, Tony Ramos vai completar 75 anos e tem presença constante nas mais diversas produções e programas. Nascido em Arapongas, no Paraná, ator é fã declarado de Oscarito, amante de livros, e estrou na telinha nos anos 1960, na TV Tupi, mas sem deixar de fazer teatro. Estreou na Globo em 1977, na novela Espelho Mágico, de Lauro César Muniz, e sem seguida fez O Astro, de Janete Clair. Em 1981, Baila Comigo (1981), de Manoel Carlos, o fez se desdobrar ao viver os gêmeos João Victor e Quinzinho. No cinema, protagonizou, ao lado de Glória Pires, um dos grandes sucessos de bilheteria, a comédia Se Eu Fosse Você. Um dos trabalhos mais recentes foi a série de comédia Encantado’s, do Globoplay. E estará no novo folhetim das 9, Terra e Paixão.

Antônio Viana Gomes, ou como ficou conhecido, Tony Tornado tem uma história emocionante de vida, de superação, que o fez passar de engraxate e vendedor de balas a um dos nomes mais respeitados da cultura brasileira. Foi no Foi no Festival Internacional da Canção de 1970, no Maracanãzinho, Rio de Janeiro, que o Brasil conheceu o talento e a garra do cantor Tony Tornado. Ele dominou o palco ao interpretar, cantando e dançando, a música BR3, que venceu o concurso. Seu início como ator foi em 1972 ao entrar para o elenco da novela Jerônimo, na TV Tupi. Depois foi para a Globo e ali esteve em diversas produções, como o humorístico Balança mais não Cai e novelas Roque Santeiro, em 1985, e Vamp, em 1991. Está escalado para o novo folhetim das 6, Amor Perfeito, no papel do frei Tomé.

Artistas internacionais idosos que brilham nas telas e palcos:

Vencedor do Oscar por duas vezes como melhor ator, primeiro por seu amedrontador Hannibal Lecter em O Silêncio dos Inocentes, em 1992, e o mais recente, em 2021, pelo filme O Pai, o britânico Sir Philip Anthony Hopkins está atualmente com 85 anos. Além de ator, Hopkins produtor e compositor, e ainda faz sucesso em suas redes sociais, dividindo momentos de sua vida. Anthony Hopkins iniciou sua carreira artística pelo teatro nos anos 1960. No ano seguinte estrearia na TV e depois no cinema. Na telona, começou a brilhar em O Leão no Inverno, ao lado de Peter O’Toole e Katherine Hepburn. Em 1972 venceu o Bafta pela interpretação de Pierre Bezukhov no drama da BBC War and Peace. Artista de longa trajetória, Hopkins descobriu recentemente estar no espectro do autismo. Também comemorou estar sem ingerir álcool há mais de 45 anos.

Atriz, escritora, ativista, modelo e empresária, Jane Fonda é de uma família de artistas de destaque, como o pai, Henry Fonda e o irmão Peter, além da sobrinha, Bridget Fonda. Jane entrou para o mundo das artes como modelo nos anos 1950, mas alguns anos depois seguiria o rumo da atuaçao. Seu trabalho nas telas lhe renderam dois Oscar como atriz – em Klute, de 1971, e Amargo Regresso, de 1978. Jane foi casada com o cineasta francês Roger Vadim, que a dirigiu em Barbarella, um dos filmes que marcaram sua carreira.E, entre as várias produções que estrelou, a comédia A Sogra a trouxe de volta ao lado de Jennifer Lopez. Ao lado da amiga Lily Tomlin estrelou a série Grace and Frankie, em cartaz na Netflix. Ativista, Jane Fonda instituiu as sextas-feiras como dia para tentar salvar o planeta e tem feito protestos constantes.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL