Avião presidencial deixa o Brasil; não há informação se Bolsonaro está na aeronave

Avião presidencial deixa o Brasil; não há informação se Bolsonaro está na aeronave Confira!

Avião presidencial deixa o Brasil; não há informação se Bolsonaro está na aeronave

No final da manhã, presidente fez o que pode ter sido seu último pronunciamento no cargo, no qual desencorajou os seus apoiadores

Avião presidencial deixa o Brasil; não há informação se Bolsonaro está na aeronave
Imagem: Reprodução | Divulgação



O avião presidencial decolou de Brasília rumo a Orlando, nos Estados Unidos, por volta das 14h desta sexta-feira, 30. A expectativa é que o presidente Jair Bolsonaro (PL) esteja na aeronave, mas o Planalto não confirma.

Informações do Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, indicam que o presidente foi orientado a deixar o Brasil antes de 1º de janeiro de 2023, quando perde o foro privilegiado. Caso tenha mesmo seguido a recomendação, Bolsonaro não passará a faixa presidencial para o futuro presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A decolagem da aeronva estava prevista para às 13h45 de sexta-feira, conforme plano de voo na aeronave presidencial, ocorrerá no Airbus VC-1 da Força Aérea Brasileira. O pouso, por sua vez, deve ocorrer pouco antes das 20h desta sexta, no Aeroporto Internacional de Orlando.

Horas antes, o presidente quebrou o silêncio que mantinha há cerca de dois meses, durante live nas redes sociais no final da manhã. Em tom de despedida e visivelmente abatido, ele fez um balanço da gestão, desencorajou manifestantes a continuarem pedindo por um golpe de estado e pediu “inteligência” aos seus apoiadores. Durante os cerca de 50 minutos, Bolsonaro não falou sobre sua viagem

O futuro ex-presidente deve pernanecer em solo norte-americano até 30 de janeiro, ao lado da família, e acompanhado de cinco assessores. A informação foi publicada no Diário Oficial nesta sexta-feira, 30. O despacho prevê que a atuação dos assessores em Miami se dará em “agenda internacional” de Bolsonaro em Miami do dia 1º  até 30 de janeiro. 

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, Bolsonaro não avisou nem sequer ao vice-presidente da República, Hamilton Mourão, sobre sua temporada fora já a partir desta sexta, nem mesmo que não passaria a faixa presidencial para Lula. A ausência de Bolsonaro fará de Mourão o presidente em exercício, mas ele também já disse que não gostaria de passar a faixa para Lula. A dúvida sobre quem passará a faixa para o petista permanece. 

A cerimônia de posse de Lula terá operação de segurança especial. A expectativa é que mais de 300 mil pessoas participem do evento. 

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL