BCE precisa impedir que rápido crescimento salarial alimente inflação, diz Lagarde

BCE precisa impedir que rápido crescimento salarial alimente inflação, diz Lagarde Confira!

BCE precisa impedir que rápido crescimento salarial alimente inflação, diz Lagarde

Os salários da zona do euro estão crescendo mais rápido do que se pensava e o Banco Central ...

BCE precisa impedir que rápido crescimento salarial alimente inflação, diz Lagarde
Imagem: Reprodução | Divulgação



Os salários da zona do euro estão crescendo mais rápido do que se pensava e o Banco Central Europeu deve impedir que isso aumente a já alta inflação, disse a presidente do BCE, Christine Lagarde, a um jornal croata.

O BCE elevou as taxas de juros em um total de 2,5 pontos percentuais desde julho, em uma tentativa de conter um aumento histórico da inflação e prometeu ainda mais aperto nas políticas nas próximas reuniões, à medida que as expectativas de crescimento dos preços a longo prazo começaram a se mover acima da meta de 2%.

“Sabemos que os salários estão aumentando, provavelmente em um ritmo mais rápido do que o esperado”, disse Lagarde, segundo o jornal croata Jutarnji list, no sábado. “Não devemos permitir que as expectativas inflacionárias percam a âncora ou que os salários tenham um efeito inflacionário.”

Lagarde não deu nenhuma dica de política na entrevista, mas disse que o banco deve “tomar as medidas necessárias” para reduzir a inflação para 2%, de sua taxa atual de quase 10%.

A Croácia ingressará na zona do euro em 1º de janeiro como o 20º membro do bloco monetário, entrando em um clube de elite em um momento de turbulência incomum, enquanto o BCE tenta domar a inflação depois de passar a última década desencadeando estímulos sem precedentes para reavivar o crescimento dos preços em um período excepcionalmente baixo.

“Precisamos ter cuidado para que as causas domésticas que estamos vendo, que estão principalmente relacionadas a medidas fiscais e dinâmica salarial, não levem a uma inflação arraigada”, disse Lagarde.

Lagarde acrescentou que a esperada recessão de inverno do bloco, induzida pelo aumento dos custos de energia, provavelmente será curta e superficial, desde que não haja choques adicionais.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL