Bolsonaro sanciona com vetos lei que autoriza privados na exploração de minérios nucleares

Bolsonaro sanciona com vetos lei que autoriza privados na exploração de minérios nucleares Confira!

Bolsonaro sanciona com vetos lei que autoriza privados na exploração de minérios nucleares

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta sexta-feira, com vetos, um projeto de lei que ...

Bolsonaro sanciona com vetos lei que autoriza privados na exploração de minérios nucleares
Imagem: Reprodução | Divulgação



O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta sexta-feira, com vetos, um projeto de lei que permite maior participação do setor privado no segmento de minérios nucleares e altera regras associadas à estatal Indústrias Nucleares do Brasil (INB).

A nova lei autoriza a atuação da iniciativa privada na pesquisa e lavra de minérios nucleares, mas mantém o monopólio da atividade com a INB, conforme previsto na Constituição.

O texto também permite que a INB comercialize serviços e produtos com entidades nacionais e estrangeiras, públicas ou privadas, no país ou no exterior e dispõe sobre a função que a INB desempenhará nos estudos de viabilidade técnica e econômica para a definição da forma de aproveitamento dos recursos minerais nucleares.

O projeto de lei provém da medida provisória nº 1.133, que foi editada com o objetivo de dinamizar a atividade de extração de minérios nucleares no Brasil, de modo a incentivar a atração de investimentos privados e de prover maior segurança jurídica a essas atividades.

Foram vetados pelo presidente os trechos da proposta aprovada no Congresso que condicionavam a exportação de minérios nucleares pela INB à aprovação do ministro de Minas e Energia e que alteravam a estrutura da Agência Nacional de Mineração (ANM) para criar cargos em comissão.

No caso do primeiro veto, a secretaria-geral da presidência afirmou, em nota, que “a medida contrariava o interesse público, pois condicionava atos materiais de exportação à aprovação do Ministro de Minas e Energia e do Congresso Nacional, o que poderia dificultar o exercício e a expansão da atividade de exploração de minérios nucleares no Brasil”.

Já no caso da ANM, alegou que a criação de cargos comissionados incorreria em vício e inconstitucionalidade, além de contrariar o interesse público.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL