Bronze na natação em Tóquio-2020, Fernando Scheffer inicia pré-temporada e mira Mundial e Pan em 2023

Bronze na natação em Tóquio-2020, Fernando Scheffer inicia pré-temporada e mira Mundial e Pan em 2023 Confira!

Bronze na natação em Tóquio-2020, Fernando Scheffer inicia pré-temporada e mira Mundial e Pan em 2023

Medalhista olímpico de bronze na prova dos 200 metros livre nos Jogos de Tóquio-2020, no Japão, ...

Bronze na natação em Tóquio-2020, Fernando Scheffer inicia pré-temporada e mira Mundial e Pan em 2023
Imagem: Reprodução | Divulgação



Medalhista olímpico de bronze na prova dos 200 metros livre nos Jogos de Tóquio-2020, no Japão, o nadador Fernando Scheffer já está com a cabeça no ano de 2023. Ele já iniciou a pré-temporada de treinos fora de casa, mas em um ambiente que conhece bem: o Centro de Treinamento do Time Brasil, no Rio de Janeiro. Isso para dar início aos preparativos visando aos dois principais compromissos do próximo ano: o Mundial de Esportes Aquáticos em Fukuoka (Japão) e os Jogos Pan-Americanos em Santiago (Chile).

Scheffer mora e treina em Belo Horizonte, onde tem a estrutura do seu clube, o Minas Tênis Clube, à disposição. Mas foi na piscina do Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro, que o nadador veio dar o pontapé inicial nos trabalhos de 2023. Nesta fase de treinamentos, ele passou por uma série de avaliações do Laboratório Olímpico do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

“Estamos na pré-temporada, vamos treinar para a seletiva, que é em maio, e ela vai ser importante porque vai dar vaga para o Mundial e os Jogos Pan-Americanos de 2023. Por isso vim para o Rio utilizar a estrutura do COB e ver como estão os marcadores biológicos. A ideia é termos um balizamento de dados para iniciar bem a temporada”, avaliou o nadador.

Foto: Divulgação/CBDA

Acompanhando do seu técnico Sérgio Marques e do biomecânico Gustavo Lima, ambos da Seleção Brasileira de natação, Scheffer utilizou a estrutura do CT e as avaliações para entender os processos fisiológicos que podem auxiliar em seu treinamento de base no início do próximo ano. De acordo Sérgio, o nadador vai passar por um período de 22 semanas em treinamento específico para chegar na melhor performance no Mundial de Fukuoka, marcado para julho, e, na sequência, os Jogos Pan-Americanos de Santiago, em outubro.

“Estamos fazendo essa pré-temporada focando no ganho da parte metabólica e aerobia. Na parte específica, vamos trabalhar muito bem a parcial inicial da prova dele, temos que melhorar a prova dos 100 metros livre dele para ele ficar mais rápido, passar mais forte e conseguir um tempo melhor do que ele fez na Olimpíada, 1min44s66, o recorde sul-americano”, explicou o treinador.

A ideia é de que o nadador volte a ter um excelente desempenho na prova em que é especialista, os 200 metros livre, e supere o resultado do Mundial de Budapeste, na Hungria, neste ano, quando terminou em nono lugar com o tempo de 1min46s11 e não alcançou a final. Para o próximo ano, Scheffer também estabeleceu foco na prova dos 400 metros livre e no aperfeiçoamento do revezamento 4×200 metros livre, em que ele compôs a equipe brasileira que terminou com a quarta colocação no Mundial deste ano.

E, em se tratando de um ano pré-olímpico, o nadador reforça a meta de chegar 100% em Paris-2024. “Estou muito ansioso para 2023, vai ser um ano importante. Estamos em um ciclo olímpico reduzido, no último foram cinco anos e agora só tivemos três. Temos competições importantes, uma atrás da outra, e isso é fundamental para a gente que precisa competir em alto nível. Estou ansioso para chegar o ano e representar o Brasil da melhor forma possível. E com certeza eu me vejo evoluindo e competindo em Paris”, finalizou.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL