Camões, Shakespeare e Ferreira Gullar são tema de nova série documental

Camões, Shakespeare e Ferreira Gullar são tema de nova série documental Confira!

Camões, Shakespeare e Ferreira Gullar são tema de nova série documental

Os três episódios da série "Documentários" mergulham na história e na obra dos três autores cânones

Camões, Shakespeare e Ferreira Gullar são tema de nova série documental
Imagem: Reprodução | Divulgação



As literaturas portuguesa e inglesa são tema da série “Documentários” que será exibida em janeiro pelo SescTV.  Três grandes nomes de expressão nestes idiomas –   Luís de Camões (1524-1580), Ferreira Gullar (1930-2016) e William Shakespeare (1564-1616) – são os protagonistas da série documental.

Os episódios, gravados em diferentes momentos e dirigidos cada um por um artista, mergulham na história e na obra dos três autores cânones.

O canal tem exibição online e gratuita para todo o país e a série ficará disponível para streaming na plataforma do SescTV.

O primeiro episódio, “8.816 Versos”, estreia dia 7 de janeiro. Produção original de 2013, com direção de Sofia Marques, é o registro de um desafio proposto pelo ator António Fonseca a si mesmo: decorar e declamar integralmente os 8.816 versos de “Os Lusíadas”.

Durante mais de um ano Sofia acompanhou e documentou todo o processo, desde os momentos solitários de fixação do texto pelo ator, passando pela preparação do “Canto X” com a população local, até a apresentação integral da obra em 9 de junho de 2012, em Guimarães, ano em que a cidade-berço da nação portuguesa foi Capital Europeia da Cultura e em que se celebraram os 440 anos da primeira edição deste clássico da literatura universal.

Na semana seguinte, é a vez de “Ferreira Gullar: Arqueologia do Poeta”. Dirigido por Silvio Tendler, o documentário traz um novo olhar sobre a vida e a obra deste que é considerado um dos escritores mais importantes da literatura. Artista de múltiplos talentos, Gullar publicou poemas, crônicas, críticas, participou da reforma gráfica do “Jornal do Brasil” e foi um atento observador da política brasileira.

Por meio de sua vasta obra, o espectador pode conhecer e compreender melhor o universo de José Ribamar Ferreira (nome de batismo do autor maranhense), da infância até a sua morte, em dezembro de 2016.

O documentário aborda os turbulentos anos da história recente brasileira e latina, suas memórias em São Luís, a ida para o Rio de Janeiro, a clandestinidade na ditadura brasileira, o exílio em Moscou, Lima, Santiago e Buenos Aires, a doença dos filhos, a resistência poética contra o fascismo, o dia a dia das revoluções e as lutas pela redemocratização, assim como seus amores e dores.

O ciclo de janeiro se encerra no dia 20 com o terceiro episódio, “Insônia – Titus Macbeth”, produção de 2021 dirigida por André Guerreiro. O espetáculo gravado funde duas das mais fascinantes tragédias de Shakespeare, “Macbeth” e “Titus Andronicus”, em um encontro dramatúrgico entre cinema e teatro.

Manipulando forças sobrenaturais, Lady Macbeth conduz o público por uma trama de assassinato, ambição e loucura, enquanto Titus inicia seu circo de vingança e violência desenfreadas. Neste episódio, chama a atenção o movimento das câmeras, que, ao circularem livremente entre os atores, geram no espectador a sensação de estar no palco ao lado dos personagens. A trilha sonora binaural completa a experiência, criando efeitos sonoros tridimensionais, com sons e vozes que parecem vir de todas as direções.

Direção: Sofia Marques, Silvio Tendler e André Guerreiro

Classificação: livre

Datas: 7, 14 e 20 de janeiro, às 22h

Onde: SescTV (canal aberto em São Paulo) e no site para todo o Brasil

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL