Chantra segura Acosta por 0s058 e lidera sexta-feira de treinos da Moto2 em Le Mans

Somkiat Chantra conseguiu segurar Pedro Acosta na última volta e terminou líder da sexta-feira de treinos da Moto2 no...

revistabaiacu - 13 de maio de 2022
Chantra segura Acosta por 0s058 e lidera sexta-feira de treinos da Moto2 em Le Mans



BASTIANINI, MARTÍN OU MILLER: QUEM FICA COM A VAGA NA DUCATI NA MOTOGP EM 2023?

Numa sexta-feira muito acidentada, foi no finalzinho que Somkiat Chantra segurou Pedro Acosta ao anotar 1min36s108 e deixar o espanhol apenas 0s058 atrás. O tailandês, portanto, terminou líder do primeiro dia de atividades da Moto2 no GP da França, em Le Mans.

Quem fechou o top-3 foi Augusto Fernández, que faz a Ajo sorrir nesta tarde. Os dois pilotos da Marc VDS, Sam Lowes e Tony Arbolino, ficaram na quarta e quinta posições, respectivamente.

Somkiat Chantra liderou a sexta de treinos (Foto: Honda Team Asia)

Fecham as dez primeiras posições: Marcel Schrötter, Stefano Manzi, Jake Dixon, Ai Ogura e Albert Arenas. Líder do campeonato, Celestino Vietti ficou em 11º lugar.

A Moto2 retorna às ações ainda neste sábado, com a classificação para o GP da França, a partir de 11h10 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da sétima etapa do Mundial de Motovelocidade 2022.

Somkiat Chantra foi o mais rápido do primeiro treino livre, com 1min36s108, seguido por Augusto Fernández, da Red Bull KTM Ajo, e Stefano Manzi, da VR46.

Antes mesmo de começar, um incidente após a primeira sessão entre Arón Canet e Celestino Vietti seguia sob investigação. No início do TL2, no entanto, os comissários decidiram por não tomar nenhuma ação. Com 40 minutos no relógio e quando a bandeira verde foi mostrada, os pilotos foram para a pista.

Sam Lowes foi o primeiro a aferir o melhor tempo: 1min36s880. Pedro Acosta vinha atrás. Isso até Arbolino tomar a ponta de seu companheiro de equipe com 1min36s811. Sam Lowes logo retomou a ponta, com 1min36s403. Contudo, ainda estava a 0s295 de Chantra, que marcou o melhor tempo do dia.

A 15 minutos para o fim, a tabela pouco mudava. Atrás de Lowes e Arbolino, estava o próprio Chantra, Aberta Arenas e Ai Ogura fechando o top-5.

Quem foi escalando o pelotão ao final da sessão foi Pedro Acosta. E alcançou a ponta. Ele marcou 1min36s281, com Augusto Fernández logo atrás. O tempo do campeão da Moto3 2021 estava perto, mas ainda a 0s176 de Chantra.

Só que não demorou muito para Fernández colocar a KTM na ponta, com o melhor tempo da sexta-feira: 1min36s030, a 0s078 do tailandês. Fim de sessão, com Fernández à frente de Chantra, e Acosta colocando a Ajo no top-3.

SUZUKI DETONA BOMBA NA MOTOGP COM ANUNCIO DE SAÍDA EM 2022