Cidades italianas lembram de visitas feitas por Pelé

Cidades italianas lembram de visitas feitas por Pelé Confira!

Cidades italianas lembram de visitas feitas por Pelé

'Rei do Futebol' passou lua de mel e jogou no país

Cidades italianas lembram de visitas feitas por Pelé
Imagem: Reprodução | Divulgação



No dia seguinte à morte de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, algumas cidades italianas relembraram de visitas do “Rei do Futebol” às localidades ao longo dos anos.

    Uma delas é Viareggio, na região da Toscana, onde o ex-jogador participou de eventos relacionados ao Mundial sub-17 em agosto de 1991. Pelé foi lembrado pelos moradores por andar na rua “como uma pessoa qualquer” e por uma parada no bar della Passeggiata para tomar um café.

    Os moradores mais antigos lembram da educação do astro, que tirou fotos com todos os que pediram. Ainda no local, ganhou de presente uma camisa do time da cidade das mãos do então prefeito Antonio Cima.

    Outro município, Riccione, na região da Emilia-Romagna, recebeu Pelé por duas vezes: a primeira como uma das localidades da lua de mel do casamento com Rosemeri dos Reis Cholbi em 1966 e a segunda para um amistoso do Santos contra o Venezia no ano seguinte.

    “Pelé veio duas vezes para Riccione. Eu os acompanhei com meu carro depois para Florença e para ver o Santo Padre em Roma, em uma audiência privada. Na volta, Pelé me deu um selo do Brasil e o autografou”, lembra o prefeito da localidade à época, Attilio Cenni.

    Além disso, Pelé foi para uma loja comprar calçados do “artesão do futebol”, o italiano Silvano Saponi. Na sua oficina “O sapato de ouro”, o brasileiro encontrou com um outro atleta famoso na época, o meia que era considerado a maior estrela do Bologna, o alemão Helmuth Haller. .

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL