Com gols de Danilo e Veiga, Palmeiras vence o time misto do Bragantino no Allianz

Neste sábado, o Palmeiras recebeu o Red Bull Bragantino, no Allianz Parque, e venceu por 2 a 0, ...

revistabaiacu - 14 de maio de 2022




Neste sábado, o Palmeiras recebeu o Red Bull Bragantino, no Allianz Parque, e venceu por 2 a 0, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Enfrentando um Massa Bruta alternativo, o Verdão garantiu os três pontos com um gol de Danilo, de cabeça, e outro de Raphael Veiga, de Pênalti.

O primeiro tempo foi inteiramente do Palmeiras, que dominou as ações ofensivas e não deixou os visitantes jogarem. O time alviverde chegou a balançar as redes com Rony, mas o gol foi anulado por impedimento. Na sequência, valeu: Scarpa cruzou pela direita, e Danilo testou para abrir o placar.

Na etapa final, o Verdão diminuiu o ritmo, baixando seu bloco de marcação e buscando contra-ataques. O time não sofreu defensivamente, controlando o jogo, mas deixou de criar oportunidades. No entanto, na última escapada, Breno Lopes sofreu pênalti de Cleiton, e Veiga converteu pênalti para sacramentar a vitória.

Com o resultado, o Palmeiras chegou aos nove pontos, ocupando a sexta posição do Brasileiro. O time volta a campo na próxima quarta, pela Libertadores, contra o Emelec-EQU, às 19h (horário de Brasília), no Allianz. Enquanto isso, o Bragantino estacionou nos nove pontos, na quinta colocação. O próximo jogo da equipe é contra o Estudiantes, no Nabi Abi Chedid, às 19h15 de terça, pela Libertadores.

Logo aos três minutos, Scarpa soltou o pé da entrada da área, exigindo defesa de Cleiton. No rebote, Dudu finalizou, o goleiro voltou a defender e tirou a bola em cima da linha. Houve muita reclamação dos jogadores, que até chegaram a comemorar, mas o gol não foi confirmado pela arbitragem.

O primeiro chute do Bragantino foi de Natan, que arriscou de muito longe e parou em Weverton. Aos 19 minutos, o Verdão chegou a balançar as redes no Allianz com Rony, de cabeça, mas o VAR assinalou impedimento do atacante.

Aos 30, o Palmeiras marcou um gol que valeu. Em falta pelo lado direito do ataque, Scarpa bateu para o meio da área, e Danilo desviou para trás, superando Cleiton. Em seguida, Rony quase marca um belo gol. Depois de receber pela esquerda, adiantou em velocidade, passou por um defensor e parou apenas no goleiro dos visitantes.

Sorriso recebeu pela esquerda e arriscou chute com o pé direito, mandando para fora. Na sequência, Dudu arrancou pela direita e finalizou forte, exigindo boa defesa de Cleiton.

A etapa final começou mais morna. O Palmeiras demorou para construir uma trama ofensiva, finalizando pela primeira vez apenas aos 19 minutos, com Veiga chutando de fora da área e parando em Cleiton.

O jogo seguiu com esse cenário, em que o Bragantino não conseguiu superar o forte sistema defensivo do Verdão. No último lance da partida, Cleiton foi para a área em cobrança de escanteio. No contra-ataque, Scarpa ligou Breno Lopes, que foi derrubado pelo goleiro do Bragantino, cometendo pênalti. Na cobrança, Veiga bateu forte para dar números finais ao jogo.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 X 0 RED BULL BRAGANTINO

Data: 14 de maio de 2022, sábado

Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP

Horário: 16h30 (de Brasília)

Público: 36.123

Renda: R$ 2.267.245,54

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Assistentes:  Marcelo Van Gasse e Gustavo Rodrigues de Oliveira (ambos de SP)

VAR: Daiane Caroline Muniz (SP)

Cartões amarelos: Gustavo Gómez, Mayke (Palmeiras); Natan, Nathan Camargo (RB Bragantino)

GOLS:

Palmeiras: Danilo (30 minutos do 1º tempo) e Raphael Veiga (53 minutos do 2º tempo)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Gustavo Garcia), Gustavo Gómez, Murilo e Jorge (Vanderlan); Danilo, Zé Rafael (Atuesta), Raphael Veiga e Gustavo Scarpa; Dudu (Breno Lopes) e Rony (Rafael Navarro).

Técnico: Abel Ferreira

RB BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Realpe, Natan e Guilherme (Nathan Camargo); Raul, Eric Ramires (Luan Cândido) e Hyoran (Artur); Bruno Tubarão (Helinho), Sorriso (Ytalo) e Jan Hurtado.

Técnico: Maurício Barbieri