Com média de 600 pessoas por hora, Museu Pelé registra recorde de público após morte do Rei

Com média de 600 pessoas por hora, Museu Pelé registra recorde de público após morte do Rei Confira!

Com média de 600 pessoas por hora, Museu Pelé registra recorde de público após morte do Rei

A morte de Pelé comoveu diversas pessoas ao redor do mundo. Nesta sexta-feira, um dia após o ...

Com média de 600 pessoas por hora, Museu Pelé registra recorde de público após morte do Rei
Imagem: Reprodução | Divulgação



A morte de Pelé comoveu diversas pessoas ao redor do mundo. Nesta sexta-feira, um dia após o falecimento do Rei, milhares de fãs foram ao Museu Pelé, localizado na cidade de Santos.

Segundo apurou a Gazeta Esportiva, o museu registou o recorde de visitação nesta tarde. A média foi de 600 pessoas por hora no local, que abriu de manhã e fechou às 18 (de Brasília). A entrada é gratuita.

A reportagem, inclusive, teve acesso exclusivo à sala do Pelé, onde o ex-jogador recebia celebridades e autoridades. O cômodo não é aberto ao público.

O Museu Pelé é totalmente dedicado à carreira do tricampeão mundial. Foi inaugurado em 15 de junho de 2014, mesmo ano em que o Brasil recebeu a Copa do Mundo da Fifa.

Maior ídolo da história do Santos, Pelé morreu nesta quinta-feira, aos 82 anos, após complicações de um câncer no cólon. O ex-jogador lutava contra o tumor desde setembro de 2021, quando passou por uma cirurgia para sua retirada e estava se tratando no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

O Rei será velado no Estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, onde o ex-jogador brilhou por 18 anos. O corpo seguirá do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, direto para o estádio do Peixe na madrugada de segunda-feira, dia 2, e o caixão será posicionado no centro do gramado. A previsão é que o velório ao público tenha início às 10 horas (de Brasília).

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL