Covid: UE pede resposta sanitária conjunta para lidar com China

Covid: UE pede resposta sanitária conjunta para lidar com China Confira!

Covid: UE pede resposta sanitária conjunta para lidar com China

Itália começou a exigir testes anti-Covid para viajantes

Covid: UE pede resposta sanitária conjunta para lidar com China
Imagem: Reprodução | Divulgação



O Comitê para a Segurança Sanitária da União Europeia se manifestou nesta quinta-feira (29) sobre o aumento de casos de Covid-19 na China e pediu que o bloco aja de “maneira conjunta” em suas fronteiras.

    “A coordenação das respostas nacionais às graves ameaças transfronteiriças para a saúde é fundamental. Hoje o Comitê se reuniu para discutir a situação da Covid-19 na China com os Estados-membros da UE. Precisamos agir conjuntamente e continuaremos com as nossas discussões”, informou o grupo.

    A Itália já implementou a medida de forma unilateral nesta quarta-feira (28) após os governos de cidades como Milão e Roma, que têm grandes aeroportos internacionais, informarem que passariam a realizar o teste nos viajantes internacionais que chegam da China.

    Nesta quinta, o governo italiano cobrou publicamente o bloco europeu para passar a exigir os exames também. Após a premiê Giorgia Meloni afirmar que a medida só era eficaz “se for feita em toda a UE”, o ministro da Saúde, Orazio Schillaci, também se manifestou nesse sentido.

    “É preciso ter um acordo com a UE para limitar o fluxo de passageiros positivos do país asiático. Nós temos contato com o ECDC [Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças[ para uma contínua troca de informações para provimentos rápidos – e a Itália participa do projeto de alertas precoces”, pontuou Schillaci ao Senado.

    Pouco depois, o ECDC afirmou que exigir testes dos viajantes da China “é injustificável” porque os países europeus “têm níveis relativamente altos de imunização e vacinação” e as “variantes que circulam na China estão já em circulação na UE”.

    A China abandonou sua política de “Covid zero”, que previa isolamentos em bairros e cidades inteiras, além da testagem em massa da população afetada e controle na saída das residências, no início do mês de dezembro e vive uma alta exponencial nos contágios – o maior desde o início da crise sanitária.

    Por conta disso, diversos países já começaram a reimpor a exigência de um teste de Covid-19 negativo para os turistas ou os cidadãos que estão retornando do país asiático. Além da Itália, anunciaram a medida nações da região, como Índia e Japão, e os Estados Unidos. .

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL