Dentistas alertam para riscos de tratamentos caseiros virais no TikTok

Dentistas alertam para riscos de tratamentos caseiros virais no TikTok Confira!

Dentistas alertam para riscos de tratamentos caseiros virais no TikTok

Usuários tem compartilhado vídeos perigosos com dicas para fazer em casa, como lixar os dentes para remover imperfeições e usar linhas para alinhar a arcada

Dentistas alertam para riscos de tratamentos caseiros virais no TikTok
Imagem: Reprodução | Divulgação



O TikTok foi invadido por vídeos com dicas truques dentais perigosos, alertam dentistas dos Estados Unidos. Essas trends virais da rede social podem prejudicar a saúde bucal e trazer prejuízos para os dentes, já que envolvem práticas indevidas ou remédios caseiros sem comprovação científica.

Nos últimos dias, a hashtag #DIYdentist cresceu rapidamente ao patamar de 10 milhões de visualizações na plataforma chinesa. As pessoas têm usado esse recurso para compartilhar dicas de como obter dentes brancos com substâncias caseiras ou raspá-los para deixar mais uniformes.

DIY é uma sigla que significa “Do it Yourself” (“faça você mesmo”, em português) utilizada sempre para compartilhar práticas que podem ser feitas por qualquer pessoa. No caso relatado, as pessoas estão dando conselhos sobre cuidados dentários sem a consulta a um dentista, o que pode ser arriscado para a saúde bucal.

Dentistas podem usar a rede social para mostrar tratamentos de sucesso ou explicar sobre questões técnicas. No entanto, nos últimos dias, esses profissionais tiveram que apelar para outra prática: exibir tratamentos dentários mal feitos e danos causados à boca de pacientes.

Um dos problemas mais recorrentes é o lixamento de dentes para deixá-los com um aspecto mais regular, tirando imperfeições e lascas. Esse tipo de prática pode ser feito por médicos capacitados, mas quando é conduzido por alguém inexperiente pode acabar com esmalte dentário.

Em outro caso relatado, algumas pessoas estariam usando aparelhos improvisados com elástico comum. Alguns promovem produtos caseiros para preencher lacunas dentárias ou tapar buracos causados por cáries.

Uma jovem chegou a gravar um vídeo dizendo que corrigiu o espaço entre os dentes usando linhas de tear. A ideia era juntá-los apertando-os com a linha, em vez de usar os aparelhos ortodônticos. O problema é que, se for feita muita pressão, existe o risco de afetar a raiz do dente e causar seu descolamento do osso mandibular.

Uma influenciadora chamada Skylar Geiger, por exemplo, preencheu as lacunas entre seus dentes com uma espécie de “cimento dental” comprado online. O material de baixa durabilidade caiu cerca de um ano depois, além de ter causado elevado risco de desenvolvimento de cáries e problemas na gengiva.

Na época, vários dentistas comentaram a publicação para alertá-la do risco. Se o espaço não for totalmente fechado, por exemplo, detritos de alimento podem se acumular no local para causar cáries e infecções. Além disso, por não haver espaço entre os dentes, fica impossível usar o fio dental.

Geiger se defendeu dizendo que apelou para o método caseiro porque não possuía um plano odontológico. Tratamentos dentários são caríssimos nos Estados Unidos, bem mais do que no Brasil, por isso muita gente acaba tendo problemas ao longo da vida.

O combate ao bruxismo, por exemplo, pode exigir várias idas ao profissional, com custo na faixa de US$ 1.500 (cerca de R$ 8 mil). A maioria dos “seguros odontológicos” dos EUA não cobrem tratamentos por considerá-los estéticos, mesmo que não seja o caso.

Os dentistas, no entanto, dizem que o barato pode sair caro, já que a correção de um erro pode ser muito mais complexa do que o tratamento regular. Quem não tem plano de saúde, a recomendação é procurar escolas de odontologia para tratar com estudantes.

No começo da semana, outro assunto viral causou transtornos no sistema de saúde dos norte-americanos. Diabéticos ficaram sem remédios após uma avalanche de pessoas começarem a comprar o medicamento Ozempic para perda de peso. O remédio é crucial para o tratamento de diabetes tipo 2, mas sumiu das prateleiras devido aos vídeos do TikTok.

Em setembro, uma trend desonesta obrigou a Amazon a mudar a política de reembolso de livros do Kindle. Vídeos curtos recomendavam aos usuários comprar livros, ler rapidamente e pedir o reembolso antes do fim do prazo. A prática causou imenso prejuízo para os autores, que precisavam arcar com as taxas da transação a cada devolução.

Fonte: Fox News

Trending no Canaltech:

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL