Desembargador nega recursos de sócios do Vasco que pediam anulação da reunião do Deliberativo e da AGE

Decisão do magistrado mantém a votação deste domingo para a venda ou não da SAF ao grupo estadunidense 777...

revistabaiacu - 6 de agosto de 2022
Desembargador nega recursos de sócios do Vasco que pediam anulação da reunião do Deliberativo e da AGE



Mais um grupo de sócios do Vasco tenta impedir a realização da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) deste domingo. Desta vez, tais vascaínos recorreram ao Judiciário para anular ou suspender a reunião do Conselho Deliberativo e a votação sobre a venda da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Cruz-Maltino à 777 Partners.

Primeiramente, o desembargador Camilo Ribeiro Rulière, da Primeira Câmara Cível, não aceitou os pedidos dos sócios. O magistrado alega que não foram anexados documentos necessários para a análise do pedido. Além de ser necessária a manifestação do Conselho de Beneméritos.

Ele também quer que o grupo de vascaínos comprove fazer parte do Conselho Deliberativo. Com isso, determinou que os autores do recurso anexem ao processo o estatuto do Vasco, bem como provem que são sócios e fazem parte do Conselho de Beneméritos.

– A uma porque os agravantes não juntaram os documentos necessários para análise do pedido, o que não pode ser verificado no processo de origem diante da indisponibilidade do sistema PJE (Processo Judicial Eletrônico), no momento – considerou o desembargador. E completou:

– Torna-se imperioso que haja manifestação do Conselho de Beneméritos sobre os fatos narrados, já que os recorrentes, ao que tudo indica, sequer fazem parte do referido Conselho – completou.