Diretor de “Lilo & Stitch” reclama de elogios a “Frozen”: “Fizemos primeiro”

Chris Sanders, um dos diretores da animação "Lilo & Stitch" (2002), revelou em entrevista ao ...

revistabaiacu - 23 de junho de 2022
Diretor de “Lilo & Stitch” reclama de elogios a “Frozen”: “Fizemos primeiro”



Chris Sanders, um dos diretores da animação “Lilo & Stitch” (2002), revelou em entrevista ao The New York Times que se sente frustrado com alguns elogios feitos à animação “Frozen: Uma Aventura Congelante” (2013).

Para ele, “Lilo & Stitch” foi pioneiro em mostrar uma relação não-romântica entre duas irmãs, mas os créditos acabaram indo para a animação de Elsa e Anna, lançada 11 anos depois.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

“Para ser claro, acho ‘Frozen’ ótimo, mas foi um pouco frustrante para mim porque as pessoas diziam: ‘finalmente, uma boa relação entre duas irmãs’. E eu pensei: ‘nós fizemos isso, absolutamente isso foi feito antes”, revelou Sanders.

Lançada em 2002, a animação “Lilo & Stitch”, que celebra 20 anos em 2022, teve uma recepção positiva da crítica, atingindo 86% de aprovação no Rotten Tomatoes.

À época, foi bastante elogiado o fato de o filme explorar questões familiares de maneira mais ousada do que os tradicionais filmes da Disney. É a relação entre Lilo e sua irmã mais velha, Nani, que se destaca após a morte dos pais delas em um acidente de carro.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Já “Frozen: Uma Aventura Congelante”, lançado em 2013, se tornou um grande fenômeno pop e recebeu elogios pela forma como rejeitou os padrões românticos das animações da Disney, colocando no centro da trama a relação entre as irmãs Anna e Elsa, e não a conexão delas com um homem.