Esquema com três zagueiros pode ser alternativa para São Paulo na temporada

O São Paulo apresentou uma novidade na vitória por 2 a 0 contra o Juventude, na última quinta- ...

revistabaiacu - 14 de maio de 2022




O São Paulo apresentou uma novidade na vitória por 2 a 0 contra o Juventude, na última quinta-feira. A equipe se comportou em um 3-4-1-2, abrindo mão da linha de quatro na defesa.

Apesar de pouco usual, Ceni já havia trabalhado com uma linha de três zagueiros neste retorno ao São Paulo. A equipe usou esquema tático semelhante contra Internacional, Bahia e Fortaleza, no último Brasileirão. Nesta temporada, o treinador tem como preferência o 4-1-3-2, preenchendo o meio e com uma dupla de ataque.

O técnico diagnosticou que a linha de quatro defensores vinha sendo vulnerável nos últimos jogos. Além disso, a formação com três zagueiros permite que os alas avancem com maior liberdade. Contra o Juventude, Igor Vinícius foi um dos grandes nomes do Tricolor Paulista, por exemplo.

“Nos últimos dois jogos não fomos tão bem com linha de quatro, tomamos um gol numa inversão de jogo contra o Fortaleza. Em Caxias, contra o Juventude, tomamos um gol também numa inversão, nas costas do Igor Vinícius. Nós não estamos jogando muito bem nos últimos jogos, tecnicamente caímos um pouco. Ontem experimentei essa formação, me senti um pouco mais seguro com uma linha de cinco, Léo e Diego têm características de ganhar espaço na saída de bola”, argumentou Ceni nesta quinta.

“Ganhamos mais amplitude de campo com Igor Vinícius e Reinaldo, e havia os dois atacantes. Como perdemos o Nestor um pouco antes do jogo, e o Colorado lesionado, temos dificuldade nessa função, baixamos o Igor Gomes com o Neves, que joga melhor assim, lado a lado, e o Alisson centralizado, pra ter um pouco mais de segurança na bola aérea e pelo fato de Igor Vinicius ter facilidade de chegar ao fundo e Reinaldo no cruzamento. Achei que era preferível voltar pra linha de quatro, no final do primeiro tempo não fomos tão bem. E foi bom, porque entraram Óscar Ruiz e Moccelin. Só criaram dificuldades quando colocaram o segundo 9 pra jogar mano a mano com os dois zagueiros”, completou o treinador.

Na vitória contra o Juventude, o São Paulo teve: Jandrei; Diego Costa, Arboleda, Léo; Igor Vinícius, Gabriel, Igor Gomes, Reinaldo; Alisson; Calleri e Eder.

A próxima partida do Tricolor Paulista será contra Cuiabá, no domingo, às 16 horas (de Brasília). O jogo será no Morumbi, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a suspensão de Diego Costa, a tendência é que Ceni volte a optar por uma linha de quatro na defesa. No entanto, o esquema visto contra o Juventude pode ser uma alternativa tática para o restante da temporada.