Ex-chefe da McLaren defende Alonso de má fama: “Ele tem espírito de equipe”

Eric Boullier, ex-chefe de Alonso na McLaren, saiu em defesa do bicampeão mundial e diz que fama de contaminar...

revistabaiacu - 5 de agosto de 2022
Ex-chefe da McLaren defende Alonso de má fama: “Ele tem espírito de equipe”



Fernando Alonso ganhou uma defesa, no mínimo, curiosa sobre ser um piloto difícil de lidar no paddock da Fórmula 1. E ela veio de seu ex-chefe na McLaren, Eric Boullier, que disse nesta sexta-feira (5) que a fama de destruidor de equipes não condiz com a realidade.

A dupla trabalhou junta entre as temporadas 2015 e 2018 em um período complicado para a equipe britânica. Alonso passou aperto nos quatro anos, chegando a dizer que a McLaren tinha um “motor de GP2” durante o GP do Japão em 2015.

Em entrevista ao Motorsport.com, Boullier teceu diversos elogios ao bicampeão mundial com uma personalidade única e que a má reputação não é verdadeira. “Não sei o porquê desta reputação crescer, isso nunca aconteceu. [Fernando] Alonso tem espírito de equipe, mas nem sempre isso acontece com o piloto com quem divide a garagem”.

Alonso e Boullier trabalharam juntos na McLaren entre 2015 e 2018 (Foto: Divulgação)

Eric falou que Alonso aborda seus companheiros de trabalho de duas maneiras: ou como fonte ou como inimigos. “Ele se dá bem em um ambiente onde é o número 1 e que seu companheiro pode ajudá-lo a trabalharem juntos”, continuou. “Quando estava com [Jenson] Button, ambos eram inteligentes o suficiente para se entenderem e se respeitarem. Com Stoffel [Vandoorne], poderia usar o feedback dele a seu favor, e é por isso que o relacionamento funcionou, caso contrário, essa pessoa se torna um inimigo.”

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O francês também elogiou a ética de trabalho de Alonso, reafirmando que o piloto é capaz de ler cada detalhe da telemetria e é um grande competidor, focado em si mesmo. “Ele se esconde em seu vestiário no motorhome, e você pode pensar que ele está relaxando, mas, na maioria das vezes, está trabalhando, sabe quais adversários lutar e quais manter distância. Fernando é incrivelmente forte em nível estratégico.”

Por fim, Boullier preza pelo aspecto de engenheiro do espanhol, que tem a compreensão perfeita de todos os aspectos técnicos de um Fórmula 1. “Alonso entende como os sistemas funcionam e dá conselhos sobre como fazê-los funcionar da melhor maneira possível. A diferença é pequena, mas de uma importância abissal”.

Fernando Alonso vai para sua sexta equipe na Fórmula 1. O bicampeão foi anunciado pela Aston Martin para substituir Sebastian Vettel na temporada 2023.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.