Fábio de Jesus Correia se emociona ao levar Brasil ao pódio da São Silvestre

Fábio de Jesus Correia se emociona ao levar Brasil ao pódio da São Silvestre Confira!

Fábio de Jesus Correia se emociona ao levar Brasil ao pódio da São Silvestre

Brasileiro terminou a tradicional corrida em quarto lugar e chorou ao lembrar da mãe

Fábio de Jesus Correia se emociona ao levar Brasil ao pódio da São Silvestre
Imagem: Reprodução | Divulgação



Fábio de Jesus Correia levou o Brasil ao pódio da Corrida Internacional de São Silvestre. Ele terminou o circuito em quarto lugar, e foi o melhor brasileiro colocado na 97ª edição. O atleta e terminou a corrida bastante emocionado ao se lembrar da mãe.

– Pensando na minha mãe. Acho que ela estava dando força. Porque não é fácil. Nossa vida é um pouco sofrida. Trabalhei com Uber, sou coletor. Nossa vida é muito puxada. Chegar aqui e fazer uma coisa que muitos às vezes duvidavam… Sem palavras. Só agradecer a Deus, à minha família – disse o atleta.

No feminino, Jenifer do Nascimento, terceira colocada no ano passado, novamente foi a brasileira mais bem colocada, ficando com o quarto lugar.

– São Silvestre é sempre difícil. Tem adversário de fora que dão muito trabalho para a gente. Acabei me lesionando e acabou influenciando no meu resultado, mas consegui o pódio. Estou extremamente feliz. Só agradecer a meus patrocinadores. Estou feliz – falou a brasileira, após completar a prova.

Catherine Reline

A queniana Catherine Reline, de 20 anos, liderou os 15 km da corrida de ponta a ponta, manteve o domínio queniano na Corrida Internacional de São Silvestre e venceu a edição de 2022, a 97ª da história, com o tempo de 49min39s.

A jovem já era apontada como uma das favoritas deste ano, já que venceu a Meia Maratona da Itália neste ano. Com a vitória, o Quênia aumentou a sua hegemonia na competição, já que o país africano ficou no lugar mais alto do pódio nas últimas seis edições.

Apesar do bom tempo, Catherine não conseguiu bater o recorde de sua conterrânea, Jemima Sumgong, que tem a marca de 48min35s, em 2016.

Andrew Kwemoi

O campeão masculino da São Silvestre também tem pouca idade: apenas 22 anos. Natural da Uganda, Andrew Kwemoi levou seu país pela primeira vez ao lugar mais alto do pódio ao vencer o circuito brasileiro, após liderar a prova praticamente desde o início. Ele venceu com o tempo de 44min33seg.

Ele assumiu a ponta ainda na altura do Estádio Pacaembu e não foi mais ultrapassado. O recorde da categoria pertence ao queniano Kibiwot Kandie, com 42min59s, em 2019.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL