Fernández supera Dixon e comanda sexta-feira da Moto2 em Silverstone

Piloto da Red Bull KTM Ajo quebrou domínio de Jake Dixon no primeiro dia de ações da categoria na...

revistabaiacu - 5 de agosto de 2022
Fernández supera Dixon e comanda sexta-feira da Moto2 em Silverstone



MOTOGP VOLTA DAS FÉRIAS COM DISPUTA ABERTA ENTRE QUARTARARO E ALEIX ESPARGARÓ

Jake Dixon comandou o primeiro treino livre da Moto2 na Grã-Bretanha e, até o fim, o segundo também. Mas foi nos acréscimos do 2ºT que Augusto Fernández tirou um coelho da cartola para liderar a sexta-feira (5) de ações da categoria em Silverstone, com tempo de 2min04s573.

Depois de liderar por bastante tempo, o piloto #96 ficou em segundo, com 2min04s760. Alonso López surpreendeu e terminou o dia na terceira colocação, com 2min05s129. Tony Arbolino e ALbert Arenas completaram o top-5.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A Moto2 define o grid de largada do GP da Grã-Bretanha neste sábado, às 11h10 (de Brasília, GMT -3). Antes, o terceiro treino livre acontece às 06h55. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2022.

A Moto2 abriu a segunda sessão do primeiro dia de atividades em Silverstone com tempo nublado. A temperatura estava na casa dos 20°C, com 38°C no asfalto. Umidade relativa do ar encontrava-se em 43%, e a velocidade do vento era de 10 km/h, na direção sudeste.

No primeiro treino livre, Sam Lowes sofreu queda, acusou dores no pulso esquerdo e foi barrado pelos médicos de participar da segunda sessão do dia. Quem também não foi liberado pela junta médica em Silverstone foi Pedro Acosta, por consequência de uma fratura no fêmur da perna esquerda.

Quem liderou o TL1 foi Jake Dixon, com tempo de 2min05s409, ficando no comando da tabela de tempos. O piloto da casa ficou à frente de Augusto Fernández e Arón Canet, que completaram o top-3.

+ Quartararo voa no fim com Yamaha e lidera TL2 da MotoGP em Silverstone

Quedas, problemas, quedas… assim dá para definir a primeira parte do segundo treino livre da Moto2 em Silverstone. Primeiramente, uma bandeira amarela no segundo setor: Zonta van den Goorbergh sinalizou lentidão na pista, com um problema de motor.

No minuto seguinte, a 34 do fim da sessão, Keminth Kubo sofreu queda no trecho inicial da pista, forçando novas bandeiras amarelas, dessa vez no primeiro setor. Para completar a ‘trinca’, Canet caiu no setor 3, pouco depois.

Voltando as atenções à tabela de tempos… era Jake Dixon quem, novamente, ficava no comando da sessão. Na quinta volta do TL2, o #96 cravou 2min05s010 e permaneceu à frente de Tony Arbolino, 0s139 atrás.

Com 10 minutos restantes de segundo treino livre, nada dos tempos melhorarem. A tabela sofreu pouquíssimas alterações. Uma delas apenas confirmou o domínio de Dixon, que baixou para a casa de 2min04s e melhorou ainda mais a própria marca.

O melhor ficou, realmente, para o finalzinho da sessão. Fernández voou no fim e desbancou o então dominante Dixon (que chegou a cair no minuto final de TL2): 2min04s573. Alonso López surpreendeu e pulou para a terceira colocação.