Fluminense, de Fernando Diniz, desafia o Athletico, de Felipão, em Volta Redonda pelo Brasileirão

Equipe carioca não vence há três partidas no campeonato e é apenas a 15ª na tabela de classificação

revistabaiacu - 14 de maio de 2022




Vivendo altos e baixos na temporada, o Fluminense agora tem Fernando Diniz no comando para reencontrar o caminho da vitória no Campeonato Brasileiro diante do Athletico, de ninguém menos do que Luiz Felipe Scolari, o Felipão. O duelo entre os dois será realizado neste sábado, às 21h, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela sexta rodada.

O Fluminense não vence há três partidas e ocupa apenas a 15ª posição, com cinco pontos. Na última rodada, buscou o empate por 1 a 1 frente ao Palmeiras. Na Copa do Brasil, deixou o Vila Nova para trás. O Athletico, que também classificou na Copa do Brasil contra o Tocantinópolis-TO, vem crescendo na temporada, agora, com Felipão. É o 12º colocado, com seis pontos. No último sábado, derrotou o Ceará por 1 a 0.

Sem tempo para treinar, Fernando Diniz terá que levar o elenco na conversa para implantar seu estilo de jogo. O treinador segue sem poder contar com o volante Felipe Melo e o meia Paulo Henrique Ganso, que vinha sendo um dos destaques do elenco. Os dois estão vetados.

Fernando Diniz analisará os jogadores mais desgastados para poder montar o time titular. A tendência é que coloque o que tem de melhor. A principal dúvida está na defesa entre Nino e Luccas Claro. “A gente tem que procurar rodar na nossa frequência máxima o tempo todo, isso facilita o time. Você vai treinando, e daqui a pouco vai fazer de maneira automática. Temos que procurar ser intensos do começo ao final do jogo, independentemente de quanto está o resultado, do adversário, se está jogando dentro ou fora de casa”, ressaltou Fernando Diniz.

Do outro lado, o técnico Felipão terá alguns problemas para armar o Athletico. O treinador não contará com o meia Léo Cittadini, que voltou a sentir dores no quadril. Já Terans alegou problemas particulares para não viajar para o Rio de Janeiro.

Felipão fechou a preparação apostando em um Athletico com três volantes, forte na marcação, uma das marcas do comandante nos seus últimos trabalhos. Ele também apostará em um trio ofensivo, formado por Canobbio, Vitinho e Pablo. “Conversei muita coisa sobre treino, situações táticas e sistemas. A gente vai se adaptando e agora nós temos dificuldades maiores neste jogo”, disse Felipão.