Grêmio vence o Guarani e volta a vencer fora de casa pela Série B do Brasileiro

Imortal não vencia longe de sua Arena desde o mês de abril, quando bateu o Operário-PR em Ponta Grossa

revistabaiacu - 6 de agosto de 2022
Grêmio vence o Guarani e volta a vencer fora de casa pela Série B do Brasileiro



Após um longo jejum, o Grêmio voltou a vencer fora de casa pela Série B do Brasileiro ao superar o Guarani pelo placar de 2 a 1, em pleno Brinco de Ouro, em Campinas, em jogo válido pela 22ª rodada, nesta sexta-feira. Os gols do Imortal foram de Villasanti, no primeiro tempo, e Gabriel Teixeira, na etapa final. No fim da partida, João Victor diminuiu para o Bugre.

Com o resultado, o Grêmio assume a 2ª colocação, com 40 pontos. Já o Guarani permanece com 19 pontos e na 18ª posição na tabela de classificação, amargando a zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Grêmio enfrenta o Operário-PR, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, no dia 09 de agosto. Já o Guarani visita o Criciúma, no estádio Heriberto Hülse, na cidade de Criciúma, no dia 10 de agosto.

PRIMEIRO TEMPO

GRÊMIO COMEÇA PRESSIONANDO E LOGO ABRE O PLACAR

Mesmo fora de casa, o Tricolor Gaúcho não se intimidou e foi para cima do Guarani. O Grêmio quase abriu o placar no comecinho da partida com Lucas Leiva. O Bugre até tentou responder, mas o Imortal foi lá e abriu o marcador. Aos 18 minutos, Diego Souza fez o pivô e passou para Villasanti, que não perdoou e fez: 1 a 0.

IMORTAL QUASE AMPLIA

O Grêmio continuou melhor e por pouco não ampliou em duas oportunidades aos 32 e 33, mas, respectivamente, Campaz acabou finalizando para fora e Gabriel Teixeira parou no goleiro Mauricio Kozlinski, que espalmou e salvou o Guarani.

BUGRE QUASE EMPATA NO FIM DA ETAPA INICIAL

O Guarani só conseguiu assustar mesmo no fim do primeiro tempo, quando criou duas oportunidades de perigo com Nicolas Careca e Derlan, que acabaram desperdiçando as chances de igualar o marcador antes do intervalo.

SEGUNDO TEMPO

BRENNO SALVA O PERIGO

O Guarani voltou para etapa complementar determinado a empatar a partida. Meio que aos trancos e barrancos, o Bugre foi para cima e poderia ter empatado, aos 15 minutos, em um chutaço de Eduardo Person, que Brenno voou para espalmar, fazer uma grande defesa e salvar o Grêmio.

GRÊMIO AMPLIA E MATA O JOGO

O Guarani continuava com mais volume de jogo atrás do gol de empate, mas o Grêmio no contragolpe foi lá e matou a partida. Gabriel Teixeira recebeu passe dentro da área de Guilherme. Frente a frente com o goleiro do Guarani, ele foi frio o suficiente para finalizar e ampliar o placar: 2 a 0.

GUARANI DIMINUI, MAS JÁ ERA TARDE

No fim da partida, mais precisamente aos 49 minutos, em cobrança de escanteio, Diogo Mateus levantou a bola na área, a zaga do Grêmio bobeou e deixou João Victor subir mais que todo mundo para fazer: 1 a 2. Mas já era tarde para uma reação e o Imortal acabou vencendo fora de casa, o que não acontecia desde o final de abril.