Indicado para CEO da Petrobras espera até 60 dias de trégua tributária em combustíveis

Indicado para CEO da Petrobras espera até 60 dias de trégua tributária em combustíveis Confira!

Indicado para CEO da Petrobras espera até 60 dias de trégua tributária em combustíveis

Indicado para presidir a Petrobras, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) espera contar com uma ...

Indicado para CEO da Petrobras espera até 60 dias de trégua tributária em combustíveis
Imagem: Reprodução | Divulgação



Indicado para presidir a Petrobras, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) espera contar com uma trégua tributária de até 60 dias, como forma de auxiliar o país a lidar com os preços dos combustíveis no início do novo governo.

Depois de idas e vindas nesta semana, o futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, obteve do atual governo garantia de que a desoneração do PIS/Cofins sobre os combustíveis –prevista para acabar este ano– não seria prorrogada por mais um mês.

Isso depois de protestos de setores interessados, como a indústria de etanol, que perde com a isenção desses tributos –aplicada neste ano para controle de preços–, uma vez que o biocombustível tem uma vantagem tributária frente a gasolina.

Mas nesta sexta-feira, ao falar com jornalistas, Prates indicou que ainda não há consenso, e que a desoneração poderia ser prorrogada.

“A própria discussão da política de combustíveis vai ganhar uma trégua, provavelmente. Estamos finalizando este processo aqui. Provavelmente, teremos trégua de 30 a 60 dias para segurar os impostos, para não voltar já com um fato novo relevante como este…”, disse ele a jornalistas.

Mas ele indicou que a decisão ficará com o futuro ministro Haddad.

“Não posso atropelar, estou tratando de uma forma de manter um certo período de graça nesse processo para poder rediscuti-lo, o que não quer dizer que não vá haver discussão.”

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL