iPhone 13 é o celular mais vendido do mundo (e ninguém liga para o “Mini”)

Lista dos 10 smartphones mais vendidos do mundo em abril também menciona alguns aparelhos da Samsung e apenas um...

revistabaiacu - 22 de junho de 2022
iPhone 13 é o celular mais vendido do mundo (e ninguém liga para o “Mini”)



A Apple tem motivos para comemorar: os iPhones 13, 13 Pro e 13 Pro Max encerraram o mês de abril de 2022 como os celulares mais vendidos do mundo, segundo dados da empresa de pesquisa Counterpoint Research. A versão Mini ficou de fora, mostrando pouco impacto nas vendas da empresa. O relatório, que lista 10 modelos, também apontou aparelhos de outras marcas, como Samsung e Xiaomi.

Geralmente, a Samsung domina em termos de remessas totais de smartphones, mas quando falamos de modelos individuais, a Apple sempre fica no topo das pesquisas. No mês de abril, o iPhone 13 conseguiu a proeza de ser o celular mais comercializado do mundo, somando 5,5% das vendas.

Isso não chega a ser uma surpresa, pois o aparelho oferece especificações de ponta e preço inferior ao dos seus irmãos da mesma linha. Na verdade, quando comparado ao iPhone 13 Pro Max e Pro, a versão padrão liderou com certa folga, já que esses dispositivos somaram apenas 3,4% e 1,8% de participação, respectivamente.

O relatório também mencionou o iPhone 12 em quarto (1,6%) e o iPhone SE 2022 em sétimo (1,4%). O primeiro registrou um crescimento no Japão e Índia, enquanto o segundo se mostrou popular apenas no Japão, com baixa adesão nos Estados Unidos.

Vale notar que, apesar de quase toda a linha iPhone 13 aparecer no ranking, a versão Mini que, em teoria, deveria vender mais por conta do preço “acessível” e design compacto, sequer entrou na lista, indicando uma baixa recepção por parte do público.

De qualquer forma, ao analisar os dados, é possível concluir que, dos 10 smartphones mais vendidos do mundo em abril, cinco foram da Apple, representando 89% das vendas totais da empresa no período.

A Samsung entrou na lista com cinco aparelhos. Curiosamente, o primeiro lugar não foi um intermediário com preço acessível, mas sim o Galaxy S22 Ultra 5G, que somou 1,5% de participação. Essa é uma ótima conquista para a empresa, já que não é muito comum encontrar smartphones topo de linha Android em relatórios como esse.

Outros modelos da marca sul-coreana incluem: Galaxy A13 (1,4%), com mais de 50% das vendas provenientes da Índia e América Latina, Galaxy A03 Core (1,4%) e Galaxy A53 5G (1,3%).

A Xiaomi fechou o ranking com o Redmi Note 11 4G. Além de entregar 1,3% de participação global, o intermediário foi um dos principais responsáveis pelo aumento das vendas de smartphones fabricados pela chinesa no Vietnã no primeiro trimestre deste ano.

Com informações: PhoneArena e Counterpoint Research.

iPhone 13 é o celular mais vendido do mundo (e ninguém liga para o “Mini”)