J.K. Rowling volta a atacar pessoas trans e chama fãs de Harry Potter de Comensais da Morte

J.K. Rowling volta a atacar pessoas trans e chama fãs de Harry Potter de Comensais da Morte Confira!

J.K. Rowling volta a atacar pessoas trans e chama fãs de Harry Potter de Comensais da Morte

Abertamente transfóbica, a autora britânica polemizou ao comparar aqueles que discordam dela com os seguidores de Lorde Voldemort.

J.K. Rowling volta a atacar pessoas trans e chama fãs de Harry Potter de Comensais da Morte
Imagem: Reprodução | Divulgação



Ela não para! Conhecida por seu posicionamento abertamente transfóbico, J.K. Rowling voltou a atacar a comunidade e comparou os fãs de Harry Potter a Comensais da Morte. As mais recentes declarações foram feitas no podcast The Witch Trials of J.K. Rowling, apresentado por Megan Phelps-Roper, uma ativista britânica também associada a discursos de ódio.

Durante a conversa, a autora dos livros que se tornaram uma das maiores franquias do cinema relembrou o momento em que decidiu expor, pela primeira vez, sua visão acerca das pessoas trans. “Quando me interessei pelo tema e fiquei perturbada com o que eu enxergava como um movimento cultural iliberal em seus métodos e questionável em suas ideias, eu sabia com certeza que, se eu falasse, muitos admiradores da minha obra ficariam profundamente infelizes comigo.”

“Eu sabia disso porque podia ver que eles acreditavam estar vivendo os valores que eu havia defendido nos livros. Eu poderia dizer que eles acreditavam que estavam lutando pelos oprimidos, pela diferença e pela justiça. E pensei que seria mais fácil não fazê-lo”, continuou Rowling. “Eu sabia que isso poderia ser muito ruim, e tem sido ruim pessoalmente. Não tem sido divertido. Às vezes, temo por minha segurança e, principalmente, pela segurança de minha família.”

A escritora também contou que chegou a alertar seus agentes sobre a onda de ataques que receberia. “Tive a consideração de telefonar para minha equipe e dizer que eles não conseguiriam me fazer mudar de ideia. Li para eles o que ia falar porque senti que precisavam de um aviso.”

O podcast tomou então um rumo bastante chocante, com Rowling se referindo aos apoiadores da causa trans como Comensais da Morte. No mundo mágico criado por ela, esses sujeitos são nada mais, nada menos do que o exército de Lorde Voldemort, cujo objetivo é aniquilar todos os bruxos e bruxas nascidos trouxas ou que são meio-sangue.

“Alguns de vocês [os fãs] não entenderam os livros. Os Comensais da Morte clamavam: ‘Nós fomos feitos para viver em segredo, e agora é nossa hora, e qualquer um que fique em nosso caminho deve ser destruído. Se você discorda da gente, você deve morrer’.’ Eles demonizam e desumanizam aqueles que não eram como eles”, analisou Rowling. E acrescentou:

Ainda no papo, a autora admitiu ter pensado bastante sobre suas convicções, mas afirmou que segue encarando o movimento trans como algo nocivo. “Há algo absolutamente perigoso nele, que precisa ser desafiado”, disparou.

Apesar de toda a polêmica que vem provocando e do cancelamento ao qual vem sendo submetida, Rowling insistiu que “muitos fãs de Harry Potter ficaram gratos por eu ter dito o que disse”.

Agora resta saber: será que a própria escritora entendeu as mensagens de sua obra?

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL