Jennette McCurdy denuncia abusos nos bastidores de “iCarly”

Jennette McCurdy, estrela da versão original de "iCarly" e do derivado "Sam & Cat", ...

revistabaiacu - 5 de agosto de 2022
Jennette McCurdy denuncia abusos nos bastidores de “iCarly”



Jennette McCurdy, estrela da versão original de “iCarly” e do derivado “Sam & Cat”, denunciou experiências abusivas que teria sofrido nos sets dos programas infantis da Nickelodeon. A atriz protagonizou as duas séries entre 2007 e 2014, e disse que até hoje fica com raiva de lembrar o que passou nas gravações.

“Meu coração começa a bater rápido. Isso me deixa com raiva”, afirmou, em entrevista ao jornal The Washington Post para promover seu livro de memórias, “I’m Glad My Mother’s Dead” (Estou feliz que minha mãe morreu, em tradução literal).

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

No livro, McCurdy detalha seu relacionamento tumultuado e abuso por sua mãe Debra, que foi sua agente até morrer em 2013. A pressão era tanta que a levou, anos depois, a desistir de atuar.

Ela também escreve sobre alguém que chama de “o Criador” em relação ao seu tempo nos programas do Nick. Ela diz que ele era “malvado, controlador e aterrorizante” e propenso a fazer “homens e mulheres adultos chorarem com seus insultos e degradação”.

Embora não identifique essa pessoa pelo nome, ela disse ao Post que era “importante falar sobre isso. Era tão comum, seu comportamento, e era tão aceito porque todo mundo estava com medo de perder o emprego. Não culpo nenhum deles. Entendo. Mas foi realmente lamentável tudo o que aconteceu em um ambiente infantil de séries de televisão. Realmente parece que não havia muita bússola moral lá.”

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

McCurdy alega que o Criador cruzou limites ao fazer coisas como iniciar uma massagem não solicitada em seu ombro e tentar fazê-la beber álcool quando tinha 18 anos.

Quando “Sam & Cat” terminou após apenas uma temporada em 2014, com audiência recorde, McCurdy mencionou um “presente de agradecimento” de US$ 300 mil da Nickelodeon para ela concordar em nunca falar publicamente sobre suas experiências no canal, especificamente em relação ao comportamento de “o Criador”. Ela recusou.

“iCarly” e “Sam & Cat” foram criadas e produzidas por Dan Schneider.

Em 2021, durante uma entrevista ao New York Times sobre o lançamento do reboot de “iCarly” – que não inclui McCurdy – na Paramount+, Schneider disse que nunca agiu de forma inadequada com colegas de trabalho.

“Eu não poderia e não teria as amizades de longo prazo e a lealdade contínua de tantas pessoas respeitáveis se maltratasse meus atores de qualquer idade, especialmente menores”, disse ele ao jornal.

O artigo mencionava uma investigação da controladora da Nickelodeon, ViacomCBS, após denúncia sobre o comportamento do produtor. A apuração indicou que Schneider era verbalmente abusivo em relação aos colegas de trabalho, mas não encontrou evidências de má conduta sexual.

Ele não participa do reboot de “iCarly” e não trabalha mais com a Nickelodeon desde 2018, quando seu contrato terminou.