Kevin Spacey precisará pagar US$ 31 milhões para produtora

Ator teve recurso rejeitado por um tribunal de Los Angeles

revistabaiacu - 5 de agosto de 2022
Kevin Spacey precisará pagar US$ 31 milhões para produtora



Um tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, rejeitou um recurso do ator Kevin Spacey, que deverá pagar US$ 31 milhões para a produtora responsável pela série “House of Cards”.

O artista foi o principal astro da atração da Netflix por cinco temporadas, mas acabou sendo demitido pela Media Rights Capital (MRC) em 2017 após uma série de acusações de assédio sexual.

O Tribunal Superior de Justiça de Los Angeles definiu que Spacey violou o contrato, fazendo com que a produtora sofresse vários danos, como a perda de receitas em função das acusações de má conduta do ator, que interpretava o político Frank Underwood na série.

A produtora ainda destacou que precisou interromper a sexta temporada de “House of Cards”, bem como reescrever o roteiro e encurtá-lo de 13 para oito episódios para cumprir os prazos de entrega.

A decisão das autoridades norte-americanas chegou algumas semanas depois de Spacey ter comparecido a uma audiência em um tribunal de Londres, na Inglaterra. O astro de Hollywood se declarou inocente de quatro acusações de abuso sexual feitas por três homens.

Vencedor do Oscar com o filme “Beleza Americana”, o diretor e roteirista está há muito tempo no centro de uma ampla história de assédio sexual, tanto que teve um impacto devastador em sua carreira em 2017. .