Kim cobra maior poder de dissuasão em meio a preocupações sobre possível teste nuclear da Coreia do Norte

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, ordenou o fortalecimento das capacidades de defesa do país, ...

revistabaiacu - 23 de junho de 2022




O líder norte-coreano, Kim Jong Un, ordenou o fortalecimento das capacidades de defesa do país, afirmou a imprensa estatal nesta sexta-feira (horário local), ao encerrar uma reunião-chave do partido com as principais autoridades militares realizada em meio a preocupações sobre um possível teste nuclear da Coreia do Norte.

A reunião foi observada de perto devido às especulações cada vez maiores de que Pyongyang pode realizar seu primeiro teste nuclear em cinco anos, o que autoridades dos EUA e da Coreia do Sul dizem que agora pode acontecer “a qualquer momento”.

Kim liderou a Reunião Ampliada da 8ª Comissão Militar Central, que durou três dias e terminou na quinta-feira, na qual autoridades “examinaram e aprovaram a importante questão de fornecer uma garantia militar para fortalecer ainda mais a dissuasão de guerra do país”, segundo a agência oficial KCNA.

A reportagem da KCNA não menciona diretamente os programas de mísseis balísticos ou nucleares da Coreia do Norte, mas afirmou que Ri Pyong Chol, que tem liderado o desenvolvimento de mísseis da Coreia do Norte, foi eleito vice-presidente da poderosa Comissão Militar Central do Partido.

“(Kim) sublinhou a necessidade de que todo o Exército… consolidasse de todas as maneiras as capacidades poderosas de autodefesa para arrebatar qualquer força hostil”, disse a KCNA.

Durante a reunião, a Coreia do Norte fez uma rara menção de que revisará seus planos de guerra e disse que decidiu reforçar os deveres operacionais de suas unidades de linha de frente com um “importante plano de ação militar”.