​​​​​​​Luís Castro aponta Botafogo desorganizado no segundo tempo contra o Ceará

A vontade de ganhar levou o Botafogo a se desorganizar no segundo tempo do duelo com o Ceará, ...

revistabaiacu - 6 de agosto de 2022




A vontade de ganhar levou o Botafogo a se desorganizar no segundo tempo do duelo com o Ceará, neste sábado, no Estádio Nilton Santos, pelo Campeonato Brasileiro. Esta é a avaliação do técnico Luís Castro sobre o empate.

“Eu penso que houve duas partes distintas no jogo. Uma primeira parte bem jogada por ambas as equipes e uma segunda parte em que quisemos muito ganhar o jogo com o coração e nos desorganizamos por completo. Isso foi fatal para o jogo ter ido mais para o lado do Ceará”, analisou o comandante português.

O Fogão saiu na frente no primeiro tempo, mas levou o gol de empate no começo da etapa final. Assim, o clube carioca sentiu o baque. O Ceará, então, foi superior, mas desperdiçou as chances criadas para virar.

O Botafogo viveu uma semana atribulada, em que um surto de virose atingiu parte do elenco. O fato, portanto, atrapalhou o planejamento do técnico para o duelo com o Ceará.

“Isso aconteceu em uma semana difícil. Uma coisa é ter jogadores à disposição, outra coisa é ter jogadores à disposição toda a semana para preparar bem o jogo. Não foi o que aconteceu, isso foi público. Assim, fomos afetados. Isso, aliado ao valor do Ceará, que é uma equipe boa, uma equipe competente, criou-nos muita dificuldade, fundamentalmente na segunda parte. Nós quisemos levar o jogo para um patamar naquele momento mais para o lado ofensivo, não conseguimos e abrimos alguns espaços que poderiam ter sido fatais, mais fundamentalmente na parte final da partida”, acrescentou.

Por fim, o próximo compromisso do Botafogo é novamente no Estádio Nilton Santos. No sábado, às 21 horas (de Brasília), o Fogão recebe o Atlético-GO.

Fim de jogo: Botafogo 1 x 1 Ceará.

📸 Vítor Silva/ BFR pic.twitter.com/BFiBJngZMc

— Botafogo F.R. (@Botafogo) August 6, 2022