Nápoles pretende conceder cidadania honorária a Mertens

Prefeito deu sinal verde para iniciar o processo

revistabaiacu - 5 de agosto de 2022




O prefeito de Nápoles, Gaetano Manfredi, deu sinal verde à atribuição da cidadania honorária ao atacante Dries Mertens, que vestiu a camisa do Napoli por quase 10 anos.
    “Recebi solicitações de muitas pessoas impressionadas com o vínculo de Mertens com a cidade, testemunhado também pelo seu desejo de manter uma casa em Nápoles. Vamos dar início ao processo de atribuição da cidadania honorária, pois me parece não só oportuno mas também será um reconhecimento a um nosso concidadão que tanto nos deu do ponto de vista esportivo”, disse Manfredi.
    Em um vídeo publicado na última quarta-feira (3), o jogador belga fez uma reflexão sobre sua longa passagem pelo Napoli e se despediu dos torcedores da equipe italiana. Mertens agradeceu aos napolitanos pelo apoio durante os anos em que permaneceu no clube azzurro. Na ocasião, o atacante afirmou que o fim do casamento foi “apenas um adeus”.
    Com quase 400 jogos disputados pelo Napoli, Mertens auxiliou a equipe a vencer duas Copas da Itália e uma Supercopa Italiana. O belga também se tornou o maior artilheiro de todos os tempos do time ao balançar as redes 148 vezes.
    A relação entre clube e jogador foi encerrada em julho, após o contrato de Mertens não ter sido renovado, apesar de sua vontade de permanecer em Nápoles.
    No momento, Mertens está livre no mercado de transferências e poderá assinar sem custos com qualquer equipe. Segundo a imprensa local, o atacante despertou o interesse de muitos times, como Monza, Salernitana, Roya Antwerp, Salernitana, Trabzonspor e Galatasaray.
    O jornal “Corriere dello Sport” afirmou que o antigo número 14 napolitano está muito próximo de reforçar os turcos do Galatasaray, que ofereceram um salário de cerca de 3,5 milhões de euros por temporada. .