Navio de ONG retoma resgates após Itália aprovar decreto

Navio de ONG retoma resgates após Itália aprovar decreto Confira!

Navio de ONG retoma resgates após Itália aprovar decreto

O navio Geo Barents, da entidade humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF), retomou nesta sexta- ...

Navio de ONG retoma resgates após Itália aprovar decreto
Imagem: Reprodução | Divulgação



O navio Geo Barents, da entidade humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF), retomou nesta sexta-feira (30) sua operação de busca e salvamento de migrantes no Mediterrâneo central, após o governo italiano aprovar um decreto-lei para restringir a atividade de ONGs na rota migratória mais mortal do planeta.

A embarcação partiu do porto de Augusta, na região da Sicília, e se tornou a primeira a navegar depois da aprovação do decreto governamental que estabelece um novo código de conduta sobre as atividades de salvamento marítimo por parte de organizações não governamentais.

A medida não impede o desembarque de migrantes e refugiados socorridos em alto mar, mas torna as operações de busca e resgate mais complicadas. Ontem (29), os médicos de MSF anunciaram sua 21ª operação.

“Diante das mortes incessantes no Mediterrâneo central, somos obrigados a continuar nossa missão para impedir tragédias evitáveis”, diz Juan Matia Gil, chefe de missão da ONG.

Desde o início do ano, a Itália já recebeu cerca de 103,6 mil migrantes forçados via Mediterrâneo, um crescimento de 54% na comparação com o ano anterior, segundo o Ministério do Interior.

Já a Organização Internacional para as Migrações (OIM) aponta que quase 1,4 mil pessoas morreram ou desapareceram tentando concluir a travessia em 2022.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL