Oliveira nega acordo para 2023 e vê KTM como opção: “Ainda me querem”

Miguel Oliveira deixou claro que ainda não tem nada assinado para 2023 e entende que a KTM ainda luta...

revistabaiacu - 24 de junho de 2022
Oliveira nega acordo para 2023 e vê KTM como opção: “Ainda me querem”



MOTOGP | DO DOMÍNIO DE MARC MÁRQUEZ AO ZERO: A HONDA DE PONTA CABEÇA NA ALEMANHA

O futuro de Miguel Oliveira na MotoGP tem todos os indícios de uma novela. O drama acontece porque  Jack Miller foi contratado pela KTM para ser o companheiro de Brad Binder pelas próximas duas temporadas na MotoGP. Por isso, Miguel está oficialmente em busca de um lugar para disputar a categoria rainha no próximo ano. Mas, até o momento, ele afirma que ainda não há nada encaminhado.

“Ainda não tenho nada assinado. As contratações são feitas em certos timings. Há timings para anunciar, para negociar e para assinar. Não vou dizer qual a opção que está mais perto da realidade. É certo que todas esses rumores existem, porque nos viram a falar com as pessoas. Mas isso não significa nada. Significa que estamos tentando abrir caminho para chegar às vias de fato”, disse ele, em entrevista ao canal português Sport TV+.

Miguel Oliveira está em busca de uma equipe para 2023 (Foto: Red Bull Content Pool)

CLASSIFICAÇÃO DA MOTOGP

“Só quando assinarmos é que podemos anunciar. Sem contratos, não há assinaturas. É o que posso adiantar. tenho de dizer aos meus fãs que aquilo que estou à procura não é uma solução a curto prazo. Estou à procura de estabilidade, de um lugar que me acolha pelas qualidades que me são reconhecidas”, acrescentou.

Muitas especulações surgiram como possibilidades para o piloto português. A Tech3 chegou a oferecer a Oliveira uma vaga para ele seguir com o time, mas o piloto foi bastante direto e negou a oferta. Outra equipe que poderia ser de interesse é a RNF, que desconversou na última semana e disse ainda procurar alguém para 2023.

A KTM, segundo Oliveira, ainda é uma porta aberta.  “Há de termos em conta que a KTM ainda me quer muito e a verdade é que estão a fazer um esforço para deixar isso claro. Isso é também uma possibilidade. Mas é isso. Nada mais do que uma possibilidade. Preciso esperar um pouco. Chegaremos a um acordo na próxima semana, ou nesse mês de férias. Muitos pilotos estão na mesma situação, falando com equipes, mas a decisão demora um pouco para chegar”, encerrou.

MILLER MANTÉM STATUS, MAS DÁ PASSO ATRÁS COM IDA PARA KTM NA MOTOGP

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.