Pagenaud exalta dificuldades da pista após 2º em Indianápolis: “Não conseguia ver”

Simon Pagenaud conquistou o melhor resultado da temporada da Meyer Shank com um segundo lugar no GP de Indianápolis...

revistabaiacu - 14 de maio de 2022
Pagenaud exalta dificuldades da pista após 2º em Indianápolis: “Não conseguia ver”



Simon Pagenaud largou na 20ª colocação e escalou o pelotão em condições adversas para conquistar um segundo lugar no GP de Indianápolis, seu melhor resultado na temporada de 2022. O francês aproveitou os toques de rivais na pista e fez as escolhas certas entre pneu de chuva e slick para obter seu primeiro pódio desde as 500 Milhas de Indianápolis de 2021.

Pagenaud só não conseguiu brigar pela vitória porque Colton Herta fez uma prova brilhante. O francês elogiou o trabalho feito pelo jovem americano da Andretti, e destacou as dificuldades para pilotar no final da prova, quando a chuva voltou a cair.

“Eu não podia ver, não conseguia pilotar no final. O carro estava muito bom no molhado, mas eu simplesmente não conseguia ver. Foi traiçoeiro no final. Tenho que dar parabéns ao Colton [Herta], porque foi muito difícil terminar a corrida”, afirmou Simon após a prova.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O resultado também foi o melhor de sua equipe na temporada. Companheiro de Pagenaud na Meyer Shank, o brasileiro Helio Castroneves terminou o GP de Indianápolis 1 apenas na 14ª colocação. O francês valorizou o trabalho de seu time, e celebrou o bom início do mês de maio.

“Foi um trabalho incrível de toda a equipe da Meyer Shank, fizemos as escolhas certas com os pneus e estava muito difícil decidir [qual pneu]. Mas, no geral, foi uma boa corrida, tanto no seco quanto no molhado. Estou muito feliz com o segundo lugar e é uma ótima forma de começar o mês de maio”, comemorou Simon.

Campeão da Indy em 2016, Pagenaud volta às pistas no dia 29 de maio, quando vai em busca de sua segunda vitória nas 500 Milhas de Indianápolis. Com o resultado, o francês agora ocupa a 11ª colocação na tabela da Indy.

McLAREN OU ANDRETTI? É HORA DE ALEXANDER ROSSI ANALISAR FUTURO PELA INDY