Palou bate Ilott no estouro do cronômetro e lidera TL1 do GP de Indianápolis 1

Na bandeira quadriculada, Álex Palou bateu o tempo de Callum Ilott e liderou o primeiro treino livre do GP...

revistabaiacu - 13 de maio de 2022
Palou bate Ilott no estouro do cronômetro e lidera TL1 do GP de Indianápolis 1



McLAREN OU ANDRETTI? É HORA DE ALEXANDER ROSSI ANALISAR FUTURO PELA INDY

Atual campeão e líder da temporada 2022, Álex Palou iniciou o fim de semana de GP de Indianápolis na ponta. O espanhol da Ganassi marcou 1min10s455 na manhã desta sexta-feira (13) para liderar o primeiro treino livre no misto do Brickyard. O dono do carro #10 assumiu a ponta já com a bandeira quadriculada, desbancando o surpreendente Callum Ilott, da Juncos.

Os carros voltam para a pista às 13h45 (de Brasília) para o segundo treino livre. A classificação está agendada para 17h.

Saiba como foi o treino livre 1 da Indy em Indianápolis:

A bandeira verde para o treino livre surgiu às 10h30, com praticamente todos os carros partindo para as voltas de instalação. Scott Dixon, da Ganassi, sofreu com drama ao ver problemas no carro, soltando bastante fumaça e precisando recolher aos boxes.

Perto dos 10 minutos, Dixon conseguiu voltar para a pista, assim como os outros pilotos que partiram para as primeiras voltas rápidas do dia. Quem se destacou no terço inicial foi o dinamarquês Christian Lundgaard, da RLL, que marcou 1min10s885 para assumir a lideranlça.

Scott Dixon assumiu a ponta ao fim dos primeiros 15 minutos de treino marcando 1min10s863. O top-10 era completado por Lundgaard, Felix Rosenqvist, Marcus Ericsson, Alexander Rossi, Álex Palou, Romain Grosjean, Helio Castroneves, Callum Ilott e David Malukas.

Rosenqvist, de McLaren, foi o próximo a surgir em primeiro, marcando 1min10s710. Simon Pagenaud, Álex Palou e Colton Herta também surgiram compondo o top-5 e batendo o tempo de Dixon. Will Power, de Penske, marcou 1min10s669 e tomou a ponta.

Entrando no último terço de sessão, Power ainda era o líder, seguido por Rosenqvist, Pagenaud, Palou, Herta, O’Ward, Grosjean, Dixon, Lundgaard e Rossi. Quem surpreendeu foi Jack Harvey, da RLL, que pulou para o quarto lugar ao marcar 1min10s781.

Quando o primeiro lugar de Power já parecia encaminhado, Callum Ilott levou a Juncos ao primeiro posto marcando 1min10s459, já com menos de 4 minutos disponíveis no cronômetro. Helio Castroneves, que era oitavo colocado, acabou rodando na entrada dos boxes e acabou causando uma bandeira vermelha, com apenas 1min38 restantes no relógio.

Após uma pequena pausa, a pista foi liberada para as últimas tentativas de cada piloto pela manhã. E foi na volta final que Álex Palou, da Ganassi, fechou na ponta ao marcar 1min10s455.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.