Pérez golpeia Leclerc no fim e lidera TL3 do GP de Mônaco de Fórmula 1

O último ensaio para a fundamental classificação do GP de Mônaco da Fórmula 1 terminou com a liderança de...

revistabaiacu - 28 de maio de 2022
Pérez golpeia Leclerc no fim e lidera TL3 do GP de Mônaco de Fórmula 1



FÓRMULA 1 2022: TUDO SOBRE A SEXTA-FEIRA DO GP DE MÔNACO | Briefing

Poucos lugares no automobilismo mundial – se algum – contam com uma classificação e definição do grande tão fundamentais para o resultado da corrida quanto em Monte Carlo. Nesta sábado (28), em Mônaco, então, as equipes se prepararam para definir boa parte do fim de semana e ainda estão preocupadas com a possibilidade de chuva ao longo do dia. No ensaio geral, o terceiro e último treino livre, foi Sergio Pérez quem levou a melhor e liderou.

Uma vez mais, o duelo entre Ferrari e Red Bull ficou bastante próximo, mas Leclerc ainda manteve controle das ações por praticamente toda a sessão. Tirando um Pérez passou num momento, mas Charles logo na sequência empatou a volta – e melhorou depois. ‘Checo’ retornaria à dianteira com cinco minutos para o fim, quando anotou 1min12s554. Leclerc teria uma chance mais. Até aproveitou, mas Pérez, numa reviravolta final e com menos de 20 segundos no relógio, encontrou um 1min12s476 e a ponta.

A Fórmula 1 continua com o GP de Mônaco a partir das 11h [de Brasília], quando começa a classificação. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e EM TEMPO REAL.

Sergio Pérez favorito? (Foto: Red Bull Content Pool)

Paddockast #149: O esquenta das 500 Milhas de Indianápolis 2022

Confira como foi o TL3:

Mesmo com a possibilidade de chuva para os próximos minutos e horas, a Fórmula 1 começou o terceiro e último treino livre em Mônaco com o sol quase inteiramente aberto e quente. Apesar da temperatura ambiente estar levemente abaixo dos 30°C, a pista ainda alcançava 50°C, como fora no dia anterior. Asfalto pelando para a abertura do sábado.

O primeiro a tomar a pista foi Nicholas Latifi, a bordo da Williams. Mesmo com alguma movimentação, o TL3 começava um tanto quanto monótono. Enquanto isso, a transmissão de TV da Sky Sports da Inglaterra falava com Christian Horner, chefe da Red Bull, que avisava: a equipe fez uma porção de mudanças para o sábado após o domínio da Ferrari nos treinos da sexta-feira.

Fernando Alonso fez boa volta rápida para inaugurar, de fato, a tabela de tempos e teve a companhia de Valtteri Bottas, que já tem ritmo bom o bastante com a Alfa Romeo para até esquecer que não esteve na pista para o primeiro treino livre por conta de problemas na parte traseira do carro #77.

Max Verstappen segue sem conseguir bater as Ferrari em Mônaco (Foto: Red Bull Content Pool)

As idas à pista eram de pneus macios para o começo do treino. Demorou um tempo para engrenar, mas quando a Ferrari entrou no traçado o ritmo cresceu de vez. Charles Leclerc logo pingou abaixo de 1min14s: fez 1min13s647. Carlos Sainz veio para segundo, enquanto Max Verstappen andou 0s808 mais lento que Leclerc e era o quarto, atrás de Sergio Pérez. A tentativa seguinte do holandês viria com quase 20 minutos de treino e jogaria o líder do campeonato para 1min13s685, agora em segundo.

Faltava Sainz se aproximar do companheiro, mas o espanhol inicialmente passou por dentro da chicane e perdeu o tempo. Em seguida, passou 0s137 atrás, mas ainda sem bater Verstappen.

Era, porém, apenas o começo da queda de tempos, uma vez que Leclerc entrara na casa de 1min12s durante o TL3. O piloto da casa fez a volta cair para 1min13s4, mas Pérez viria na sequência para registrar 1min13s297. Incrivelmente, Charles fez o mesmíssimo tempo um minuto depois e deixou os dois empatados na frente, com vantagem para o mexicano, que fez a volta antes.

Enquanto isso, Lance Stroll se digladiava com o carro da Aston Martin e escapava bastante na área de escape da Saint-Dévote, causando bandeira amarela. A Mercedes ainda tentava se encontrar e posicionou os dois carros no top-10: George Russell estava 0s8 atrás de liderança, enquanto Lewis Hamilton sequer surgia no mesmo segundo.

Ainda antes da marca de metade do treino, Leclerc melhoraria a volta uma vez mais: 1min12s885. Agora, sim, primeiro lugar.

Lando Norris segue como um dos melhores do resto (Foto: McLaren)

Com metade da sessão, Leclerc liderava com 0s412 para Pérez. Verstappen, Sainz, Pierre Gasly, Lando Norris, Russell, Kevin Magnussen, Bottas e Hamilton completavam o top-10.

Por falar na Mercedes, Russell avisava, no rádio, que o passeio com o carro prateado pelas ruas de Mônaco “estava ruim”. E Sainz era mais um a escapar na Saint-Dévote. Aliás, surgia uma informação de que os comissários avaliariam uma reclamação de bloqueio entre Sainz e Stroll que a transmissão não mostrou. Ontem, Yuki Tsunoda foi multado por bloquear Magnussen.

Leclerc avisou para a Ferrari que “alguma coisa estranha” acontecia na curva um, porque o carro estava vibrando. Enquanto isso, Norris mandava uma mensagem idêntica a do TL2 da sexta-feira para a McLaren: pedia para avaliarem possíveis danos, porque tinha triscado o muro.

No que diz respeito a batidas, Daniel Ricciardo, que estampou o muro da Piscina no TL2, estava recuperado e rodando bem na pista, onde aparecia no décimo lugar. Quem dera um salto de posição fora Alexander Albon, que colocava a Williams em nono a 15 minutos do final do treino. Verstappen tinha de lidar com a Alfa Romeo de Guanyu Zhou e reclamava bastante do trânsito.

Com quase todo mundo na pista para o último 1/4 do treino, o tráfego na pista se tornou quase que insuportável. Além das já relatadas, Sainz reclamou com Pérez e sofreu reclamação de Sebastian Vettel. A movimentação era frenética na pista e fora dela, porque Stroll escapou novamente, agora na Piscina, subiu na zebra e triscou o muro.

Apenas cinco minutos para o fim quando Pérez foi para 1min12s777 e a dianteira, mas Charles preparava a última tentativa: 1min12s702. Líder, não tem jeito. Ou tem? Pérez veio com 15 segundos para o final e bateu a carteiro do piloto da casa.

HAMILTON E RUSSELL PODEM PENSAR EM TÍTULO COM MERCEDES VIVA DA SILVA? | TT GP #54