​​​​​​​Philipe Sampaio lamenta distração do Botafogo contra o Ceará

O Botafogo decepcionou a torcida mais uma vez jogando no Estádio Nilton Santos. O Fogão saiu na ...

revistabaiacu - 6 de agosto de 2022




O Botafogo decepcionou a torcida mais uma vez jogando no Estádio Nilton Santos. O Fogão saiu na frente, mas cedeu o empate para o Ceará: 1 a 1, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro. Os torcedores ficaram na bronca e vaiaram o time após o apito final. O zagueiro Philipe Sampaio lamentou o vacilo no começo do segundo tempo, quando o clube carioca levou o gol.

“A gente tomou um gol muito cedo (no segundo tempo). A gente sabe que era obrigação ganhar, então, claro, quando tem de ganhar você acaba se expondo mais e o time do Ceará tem jogadores de qualidade na transição. Foi um jogo aberto. Eles podiam fazer gol, mas a gente também. O problema no segundo tempo foi a distração do gol muito rápido e ali deu uma desestabilizada no plano que a gente tinha para o segundo tempo”, declarou.

Aos três minutos do segundo tempo, Eduardo não conseguiu cortar a cobrança de escanteio. O desvio do meia atrapalhou Gatito Fernández. Mendoza, então, aproveitou e empatou o jogo.

O Botafogo acusou o golpe. O Ceará foi melhor na etapa final e desperdiçou chances de virar o jogo, enquanto o clube carioca sofreu com falta de inspiração. A torcida mostrou insatisfação vaiando o time no fim da partida. Philipe Sampaio entende a bronca e destaca a importância do próximo jogo.

“Faz parte (as vaias). A gente é trabalhador. A gente correu para caramba. Quando não corre, aí merece a vaia. Vamos ter de trabalhar mais e ganhar o próximo jogo de qualquer jeito”, finalizou.

O próximo compromisso do Botafogo é novamente no Estádio Nilton Santos. No sábado, às 21 horas (de Brasília), o Fogão recebe o Atlético-GO.