Por que fazemos resoluções de Ano Novo e não cumprimos? A ciência explica

Por que fazemos resoluções de Ano Novo e não cumprimos? A ciência explica Confira!

Por que fazemos resoluções de Ano Novo e não cumprimos? A ciência explica

Dia 31 de dezembro é a vez da listinha com promessas para o ano novo. Mas será que estamos fazendo isso do jeito certo?

Por que fazemos resoluções de Ano Novo e não cumprimos? A ciência explica
Imagem: Reprodução | Divulgação



Quantas vezes você já definiu objetivos para o ano novo? Emagrecer, praticar mais atividades físicas, ser mais saudável, economizar dinheiro, ler mais livros, estudar mais, dedicar-se a um novo hobby, viajar mais, ver mais a família. A lista é enorme. Mas por que prometemos tanto e cumprimos tão pouco? A ciência pode explicar por que nos boicotamos quando vira o calendário.

Segundo pesquisadores da Universidade Washington em Saint Louis (EUA), mais de 35% dos norte-americanos dizem fazer promessas para o próximo ano. E, mais difícil do que começar a cumprir as promessas é mantê-las.

“Preparar-se para o sucesso e manter um objetivo é difícil”, diz Sydney E. Scott, professora assistente de marketing da universidade. “Mas a questão é a sua força de vontade, ou o seu plano?”, provoca.

Os estudos da universidade mostram que as pessoas costumam ser flexíveis com suas metas, mas são rígidas quando cobram resultados de amigos ou parentes. “Se você é como muitas pessoas, você não aconselhará seu amigo para ser flexível; em vez disso, sugerirá que determine os detalhes de seu plano com antecedência”, diz Scott.

Ou seja, nós sabemos qual é a melhor forma de atingirmos os nossos objetivos, mas preferimos dar “aquele jeitinho” e burlar as regras.

Segundo outra professora do estudo,  Elanor F. Williams, as pessoas optam pela flexibilidade em seus próprios planos porque a acham mais atraente. “As pessoas gostam da ideia de ter algum espaço de manobra em seus planos”, diz. “Mas suas recomendações aos outros revelam que elas sabem que é menos eficaz ser flexível do que ter um plano mais estruturado.”

A redação Byte acredita que desta vez você vai sim cumprir suas promessas de ano novo e preparou algumas dicas para você terminar 2023 melhor do que terminou 2022. Confira:

Lembre-se de que o mais importante é ser consistente e persistente. Se você continuar trabalhando no caminho certo — com um passo por vez — alcançará os seus objetivos.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL