Posse de Lula: Esplanada ergue estrutura e recebe apoiadores de Lula e comerciantes

Posse de Lula: Esplanada ergue estrutura e recebe apoiadores de Lula e comerciantes Confira!

Posse de Lula: Esplanada ergue estrutura e recebe apoiadores de Lula e comerciantes

Local foi fechado para ensaio do evento, que contou com servidores ‘interpretando’ Lula e Janja

Posse de Lula: Esplanada ergue estrutura e recebe apoiadores de Lula e comerciantes
Imagem: Reprodução | Divulgação



Um dos cartões postais de Brasília, a Esplanada do Ministério já está em clima de festa para apoiadores do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e de atenção para autoridades que cercam e fazem a segurança do local nesta sexta-feira, 30, quando a reportagem do Terra visitou o local.

Antes mesmo de chegar próximo ao local onde será a posse de Lula, no dia 1º de janeiro, foi possível ver pessoas se aproximando para tirar fotos fazendo um ‘L’ com a mão, indicando o motivo de estarem visitando a capital federal.

“Vim especialmente para a posse de Lula. Estou cheio de alegria e zero medo. Meu medo era [Jair] Bolsonaro vencer as eleições, mas como ele não ganhou, agora é só alegria”, afirmou o fotojornalista Flávio Resende, que veio de Natal, no Rio Grande do Norte, com um grupo de amigos até Brasília.

“Estou feliz demais. Essa festa ninguém tira da gente. Nunca tive medo em estar aqui. A Esplanada pertence ao povo. Quem ganhou a eleição foi o Lula. Democracia é isso. Que seja a festa de quem venceu as eleições no Brasil”, desejou Andreia, que é brasiliense e petista de carteirinha.

Chegando a Esplanada, até outros sotaques são ouvidos. “Moro no Brasil faz um tempão, mas sou da Venezuela”, disse Álvaro, arquiteto venezuelano que, apesar da origem, diz não ser a favor do regime em seu país, ainda que o governo eleito já tenha anunciado que irá retomar as relações diplomáticas. “Ele é um ditador, não presta”, afirmou ao citar o presidente Maduro. “Retomar os relacionamento para tentar ajudar o povo sofrido do meu país, tudo bem, mas espero que Lula não fique de amizades com ele”, desabafou.

Durante a conversa, foi possível ouvir também o chamado dos comerciantes, que ocupam alguns espaços da calçada com os mais variados produtos: há bandeiras, camisetas, copos, bonés e até Lulinhas de pelúcia, que apesar do preço salgado – R$ 80 – chamam atenção dos populares.

“O dinheiro é para ajudar o comitê que criamos no Jardim Helena, na Zona Leste de São Paulo”, contou à reportagem Ronaldo Vinícius, que viajou até Brasília para curtir a posse e trabalhar vendendo os bonecos e ecobags com o nome de Lula. “Trouxe uns 200 bonecos e está vendendo bem, de 40 a 45 bonecos por dia”.

O barulho das vendas é interrompido por muitas sirenes. Homens da Polícia Federal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e até do Exército cruzam a via. Não se trata de uma emergência, mas do ensaio para a posse presidencial que ocorrerá no dia primeiro.

Nesta sexta-feira, a Esplanada dos Ministérios foi preparada para testar toda a estrutura e ritual que acontecerá no primeiro dia do ano. Lula e a futura primeira-dama, Janja da Silva, foram ‘interpretados’ por servidores da União, um militar e uma policial federal. Os dois desfilaram no tradicional Rolls Royce aberto e chamaram atenção dos populares, que pararam para ver o ensaio e tirar fotos.

Fotógrafo oficial de Lula, Ricardo Stuckert estava no local para verificar as condições de trabalho e acabou sendo tietado por curiosos que pararam para ver a cena. Enquanto isso, alguns apoiadores do presidente eleito cantavam a música ‘Tá na hora do Jair já ir embora’, um dos hits da eleição presidencial.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL