Queniana campeã da São Silvestre destaca dificuldades na viagem ao Brasil e comemora resultado

Queniana campeã da São Silvestre destaca dificuldades na viagem ao Brasil e comemora resultado Confira!

Queniana campeã da São Silvestre destaca dificuldades na viagem ao Brasil e comemora resultado

A Corrida Internacional de São Silvestre segue com domínio dos atletas africanos. Na modalidade ...

Queniana campeã da São Silvestre destaca dificuldades na viagem ao Brasil e comemora resultado
Imagem: Reprodução | Divulgação



A Corrida Internacional de São Silvestre segue com domínio dos atletas africanos. Na modalidade feminina, a campeã da prova de 2022 foi a queniana Catherine Reline Amanang Ole, de apenas 20 anos.

Entrevistada pela Gazeta Esportiva, a corredora comemorou seu desempenho e ressaltou suas dificuldades. Foi a primeira vitória para ela e, ao todo, a 15ª de atletas femininas do Quênia, país que sempre aparece forte na corrida.

“Estou feliz por vencer a São Silvestre hoje. Me preparei bem, mas eu enfrentei muitos desafios na viagem para estar aqui. Mas agradeço pelo resultado hoje. Estou muito feliz por ganhar a corrida”, contou Catherine, que venceu a prova com bastante folga.

A atleta não foi nem ameaçada pelas adversárias durante a corrida. Ela assumiu a liderança ainda na altura do Estádio do Pacaembu e não abaixou o ritmo até finalizar o percurso na Avenida Paulista. 49min39s foi o seu tempo para cruzar a linha de chegada.

As etíopes Wude Ayalew Yimer, com 50min01s, e Kebebush Yisma Ewoldemariam, com 52min57s, completaram a prova. A melhor brasileira foi Jenifer do Nascimento Silva. A atleta encerrou a São Silvestre na quarta colocação, com o tempo de 54min02s.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL