Sandman, da Netflix, acerta na adaptação?

A primeira temporada da série aborda a história dos dois primeiros volumes das HQs de Neil Gaiman.

revistabaiacu - 5 de agosto de 2022
Sandman, da Netflix, acerta na adaptação?



Sandman era um das adaptações mais aguardadas de todos os tempos. Conhecido como um dos grandes pilares da cultura pop, a obra de Neil Gaiman estreou nesta sexta-feira, 5, na Netflix, e promete agradar.

Cuidadosamente planejada, um dos grandes trunfos da série, é o elenco. Escolhido cuidadosamente, cada ator e atriz desempenha brilhantemente seus respectivos papeis. Tom Sturridge, o protagonista, mostra seu talento ao dar vida para ao papel principal entregando um Sandman profundo, cheio de camadas e que transporta dos quadrinhos de Gaiman a mesma essência para as telas. 

Por falar em transportar, outro ponto auge da adaptação é a sua similaridade com as páginas da obra original. Com direito a cenas copiadas e coladas das HQs, a série conseguiu traduzir de forma fiel toda a genialidade do autor, que assina como produtor-executivo.

Diferentemente de Deuses Americanos, outra obra de Neil Gaiman que já havia sido adaptada para série, mas que não deu muito certo, Sandman acerta no tom e na estranheza, em uma aventura que une um roteiro mais denso com entretenimento de muito bom gosto. 

Com dez episódios, Sandman deixa aberturas para uma segunda temporada, que deve contemplar os volumes 3 e 4 da obra original.