São Paulo reafirma tradição na São Silvestre com 4º lugar de Fábio Correia

São Paulo reafirma tradição na São Silvestre com 4º lugar de Fábio Correia Confira!

São Paulo reafirma tradição na São Silvestre com 4º lugar de Fábio Correia

Fábio Correia terminou a 97ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre como o brasileiro ...

São Paulo reafirma tradição na São Silvestre com 4º lugar de Fábio Correia
Imagem: Reprodução | Divulgação



Fábio Correia terminou a 97ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre como o brasileiro melhor colocado, cruzando a linha de chegada em quarto lugar, atrás do campeão, Andrew Kwemoi (Uganda), Joseph Panga (Tanzânia) e Maxwell Rotich (Uganda), representando o São Paulo Futebol Clube em grande estilo.

Fábio Correia integra a equipe de atletismo do São Paulo/Kiatleta desde 2019. O corredor ganhou destaque em 2016 ao participar da 8ª Corrida da Paz Troféu Ivanildo Dias, competição realizada em Lagoa das Pedras, no sertão baiano, por Toninho Carlos, coordenador do projeto Kiatleta.

Entre as décadas de 1940 e 1960, o São Paulo contou com alguns dos melhores corredores para a disputa da Corrida Internacional de São Silvestre, se sagrando decacampeão por equipes ao levar a melhor em 1942, 1943, 1948, 1954, 1955, 1956, 1957, 1960, 1953 e 1986.

A São Silvestre se tornou uma prova internacional em 1945. Nos dois primeiros anos com as disputas abertas a estrangeiros, foi um brasileiro quem cruzou a linha de chegada na primeira colocação: Sebastião Monteiro Alves, atleta do São Paulo.

A partir de 1947 os atletas estrangeiros dominaram a São Silvestre, cabendo, curiosamente, a um atleta do São Paulo, José João da Silva, em 1980, acabar com um jejum de vitórias de brasileiros na prova que durava 34 anos. Em 1985, ele se sagrou bicampeão da corrida de rua mais tradicional do País.

Quarto colocado neste ano, Fábio Correia liderou o ranking brasileiro sub-23 de provas de 5 mil e 10 mil metros rasos. Por causa disso, foi convocado para representar a seleção nacional nessas categorias no Sul-Americano de Atletismo, em Guayaquil, no Equador, voltando para casa com a medalha de ouro nos 10 mil metros e a prata nos 5 mil metros.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL