Shazam! Fúria dos Deuses tem cena pós-crédito?

Shazam! Fúria dos Deuses tem cena pós-crédito? Confira!

Shazam! Fúria dos Deuses tem cena pós-crédito?

Shazam! Fúria dos Deuses chega aos cinemas com duas cenas pós-crédito que indicam que personagem ainda pode ter futuro na DC

Shazam! Fúria dos Deuses tem cena pós-crédito?
Imagem: Reprodução | Divulgação



Shazam! Fúria dos Deuses chega aos cinemas nesta quinta-feira (16) mantendo a tradição do cinema de super-heróis. Mesmo com o atual universo cinematográfico da DC estando com os dias contados, o longa traz duas cenas pós-crédito que apontam um possível futuro para o herói ao mesmo tempo em que faz piada com o absurdo de alguns de seus personagens.

Na trama, vemos as implicações de Billy Batson (Asher Angel) distribuir o poder mágico entre seus irmãos. Assim, sob a liderança de Shazam (Zachary Levi) a família precisa encarar a chegada das Filhas de Atlas, divindades gregas que vêm ao reino dos homens para recuperar a magia dos deuses usurpada pelo herói.

Só que as cenas pós-crédito vão além dessa proposta e fazem acenos tanto ao que o primeiro Shazam! já apresentou como também sugere que essa não será a última vez que veremos o personagem.

Atenção! Este texto tem spoilers de Shazam! Fúria dos Deuses.

A primeira cena pós-créditos mostra que o vindouro Universo Cinematográfico da DC (DCU) pode seguir com o Shazam de uma forma ou de outra. Isso porque, apesar de toda essa cronologia estar caminhando para o seu fim, a Warner deu um jeito de deixar pontas que permitam que o herói apareça no futuro imaginado por James Gunn e Peter Safran.

A maior prova disso é que ela começa com ninguém menos do que os agentes Economos (Steve Agee) e Harcourt (Jennifer Holland) caminhando em uma trilha em busca de um herói a mando de Amanda Waller. Caso você não se lembre deles, a dupla faz parte da equipe que dá as caras tanto em O Esquadrão Suicida quanto em Pacificador — ambos dirigidos por Gunn antes de ele virar o chefe da DC Studios.

Eles estão discutindo sobre banalidades, mas deixam claro que aquela é uma missão importante, pois Waller está interessada no poder desse herói. Em seguida, vemos que eles estão falando do próprio Shazam, que está em uma cabana no meio do nada brincando com seus poderes. É quando os agentes o convidam para fazer parte de uma equipe.

Shazam aceita sem pensar duas vezes ao pensar que a proposta é para a Liga da Justiça. Ao descobrir que a Sociedade da Justiça não tem nada a ver com a Mulher-Maravilha, ele começa todo um discurso sobre como esses nomes parecidos não fazem sentido e passa a sugerir alguns novos — que incluem menções ao Authority e aos próprios Vingadores.

A cena é bem curta, mas o suficiente para deixar as portas para que Shazam retorne já dentro do novo DCU. Isso, é claro, supondo que todos os acontecimentos envolvendo Waller e seus capangas serão mantidos no futuro.

Caso isso aconteça, podemos acreditar que a agente governamental ainda está com sua iniciativa de ter uma equipe de heróis sob a sua batuta. No caso, a mesma Sociedade da Justiça que tentou recrutar o Adão Negro. E, como não foi possível trazer o anti-herói para o seu lado — por questões dentro e fora do filme —, ela acabou apelando para o Shazam.

Quando o primeiro Shazam! chegou aos cinemas, em 2019, muita gente se empolgou com a cena pós-crédito apresentada. Afinal, ela trazia ninguém menos do que o Senhor Cérebro, a bizarra lagarta superinteligente que é um dos vilões mais icônicos do herói nos quadrinhos.

Por isso mesmo, muita gente imaginou que a Warner iria trazer a criaturinha para uma sequência, o que não aconteceu. E a grande sacada do diretor David F. Sandberg foi usar uma nova cena pós-crédito para explicar isso.

Assim, temos o Senhor Cérebro reaparecendo na cela do Doutor Silvana (Mark Strong), que cobra a lagarta pelo desaparecimento de dois anos. O vilão em miniatura então diz que está trabalhando em seu plano e que acredita que o tempo é relativo é que nada disso importa — ao passo que Silvana surta dizendo já estar velho e não que aguenta mais ficar naquele lugar. Então, o inseto diz que precisa continuar seu trabalho e vai embora sem dar uma explicação decente.

E antes que você tente encontrar um sentido ou um sinal do que isso representa para o futuro de Shazam, é melhor aceitar que essa é uma cena feita apenas de piada. Embora o Senhor Cérebro seja um vilão perfeito para ser usado na mão de alguém como James Gunn, a cena é muito mais uma piada em cima do extra do primeiro filme.

Shazam! Fúria dos Deuses está em cartaz nos cinemas de todo o Brasil; garanta seu ingresso na Ingresso.com.

Trending no Canaltech:

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Todos os Direitos Reservados
Developed By Old SchooL