Taxa de desemprego cai a 3,5% nos Estados Unidos

Salário médio anual cresceu 5,22% no último mês, segundo o Departamento do Trabalho do país

revistabaiacu - 5 de agosto de 2022




A economia dos Estados Unidos criou 528 mil empregos em julho, segundo dados publicados nesta sexta-feira, 5, pelo Departamento do Trabalho do país. O resultado ficou bem acima das estimativas de analistas consultados pelo Estadão/Broadcast, que variavam de 75 mil a 300 mil vagas, com mediana de 250 mil.

A taxa de desemprego dos EUA recuou para 3,5% em julho, ante 3,6% em junho, voltando ao nível de fevereiro de 2020, antes da pandemia de covid-19. Neste caso, a previsão era de que a taxa permaneceria em 3,6%.

Além disso, o Departamento do Trabalho revisou para cima os números de criação de postos de trabalho de junho, de 372 mil para 398 mil, e também de maio, de 384 mil para 386 mil.

Em julho, o salário médio por hora teve alta de 0,47% em relação a junho, ou US$ 0,15, a US$ 32,27, superando a previsão de alta de 0,30%. Na comparação anual, houve acréscimo salarial de 5,22% no último mês, também acima da projeção de 4,90%.