Vini Jr. projeta Supercopa da Uefa e fala sobre carinho com o Flamengo

Jogador do Real Madrid tem a chance de conquistar mais um título na próxima quarta-feira. Em entrevista à Uefa,...

revistabaiacu - 6 de agosto de 2022
Vini Jr. projeta Supercopa da Uefa e fala sobre carinho com o Flamengo



Está chegando a hora da Supercopa da Uefa, que reúne os campeões da Champions League e da Europa League. Na próxima quarta-feira, Real Madrid e Eintracht Frankfurt decidem o título em Helsinque, na Finlândia, e o atacante Vini Jr. falou sobre a partida.

Em entrevista ao site da Uefa, o herói merengue na conquista da Liga dos Campeões afirmou que sua equipe vai dar tudo para levantar mais um troféu.

– É muito importante tentar ganhar o maior número de jogos possível, especialmente se quiser ganhar competições tão importantes como a Supercopa da Europa. Faremos todo o possível para ganhar o primeiro troféu da temporada – disse Vini.

Sobre a final da Champions League em maio, quando fez o gol da vitória sobre o Liverpool, o jogador da Seleção Brasileira citou que não tinha outra maneira de terminar a temporada sem a Orelhuda.

– Foi um momento muito importante para nós: para mim, para toda a equipe… Depois de uma temporada tão boa, tivemos que terminar com uma vitória na final. Sempre digo que tenho uns 15 anos de carreira e não sei quando será minha próxima final, então tive que aproveitar ao máximo – declarou o camisa 20, que completou:

– Marcar o gol da vitória foi uma sensação única. Para descrevê-lo, você não tem muito o que dizer, você não tem que escrever muito, você não tem muito o que falar. Só as pessoas que viveram isso, que viveram o futebol como vivemos naquela temporada, sabem o quanto é importante e o quanto isso te deixa feliz.

Vini Jr. também falou sobre sua relação com o Brasil e especialmente com o Flamengo, clube que o revelou. O atleta contou de quando viu o Rubro-Negro no Maracanã nas férias e disse do carinho pelo time carioca.

– Sou torcedor do Flamengo desde pequeno. Recentemente fui ao Maracanã e quando os torcedores viram que eu estava lá, começaram a gritar meu nome. Isso foi muito importante para mim, porque no fundo meu coração está com o clube (Flamengo), e foi Flamengo que me incentivou a vir aqui ao Real Madrid – concluiu.