Zenit deseja dupla do Corinthians para liberar Yuri Alberto; modelo de negócio é entrave

Russos querem Ivan e Gustavo Mantuan para liberar o atacante. Formato e datas das transações estão sendo discutidas

revistabaiacu - 25 de junho de 2022
Zenit deseja dupla do Corinthians para liberar Yuri Alberto; modelo de negócio é entrave



Para liberar o atacante Yuri Alberto ao Corinthians, o Zenit, da Rússia, quer contar com dois atletas do Timão: o goleiro Ivan e o atacante Gustavo Mantuan.

A diretoria corintiana avalia a possibilidade e discute com os russos o modelo de negócio, caso aceite envolver a dupla na troca.

No início das conversas, o clube do Parque São Jorge tinha definido utilizar o mecanismo da Fifa que permite que atletas que atuam na Rússia e na Ucrânia, países que estão em guerra, atuem por outros clubes até junho de 2023. O Zenit inicialmente parecia não se opor, mas na última sexta-feira (25) se envolveu buscando uma contrapartida.

Como o Corinthians não possui recursos para gerar uma compensação financeira, e Yuri deseja deixar a equipe de São Petersburgo, a direção do Zenit buscou a alternativa de ter atletas corintianos.

No entanto, o Timão ‘recalculou rota’ e, cedendo dois jogadores aos russos, passou a cogitar a contratação em definitivo de Yuri Alberto até 2025.

Agora, com os nomes dos ativos corintianos que o Zenit gostaria de contar na mesa, a direção da equipe alvinegra reavalia as possibilidades de negócio.

A primeira, e mais viável, é que todas as partes recebam os jogadores emprestados, com Yuri chegando ao Corinthians cedido até junho de 2023, através do ‘mecanismo da guerra’.

No caso da liberação de Ivan e Mantuan ao Zenit, existe a chance deles serem encaminhados ao clube russo já neste meio de ano, mas o desejo da direção corintiana é usá-los como contra contrapeso para uma eventual contratação em definitivo de Yuri, no ano que vem. Assim, o atacante jogaria no Timão até junho de 2023, e, decidindo permanecer, assinaria até o fim de 2025, com o clube alvinegro encaminhando a sua dupla no meio do ano que vem.

A opção de ceder os seus ativos somente na próxima temporada é a que mais agrada o Corinthians, já que a comissão técnica corintiana deseja contar com esses atletas, principalmente Mantuan, na sequência da temporada.

O atacante é um dos garotos que estavam sendo blindados do mercado internacional por Vítor Pereira, que o vê com um bom nível de maturação e assumindo o protagonismo em momentos decisivos.

O desejo das partes, principalmente a do Timão, é resolver essa situação ainda neste sábado (25), já que sonha em ter Yuri Alberto na lista de inscritos para os jogos contra o Boca Juniors-ARG, pelas oitavas de final da Libertadores. O prazo limite para o clube alvinegro definir as trocas é às 15h desta segunda-feira (27), véspera do jogo de ida contra o Boca.

Entre o Corinthians e o estafe de Yuri Alberto está tudo certo. O atleta aceitou reduzir seu padrão salarial para se encaixar no teto corintiano e, caso o negócio se concretize, receberá mensalmente algo em torno de R$ 1 milhão.